fbpx
Tag

trabalho Archives - 4U Intercâmbio

Como procurar emprego na Irlanda?

By Irlanda, Trabalho

Se tem uma coisa que preocupa o intercambista de cursos longos é a hora de procurar emprego. Não importa qual o seu principal objetivo, aprender inglês, juntar dinheiro, vivenciar uma nova cultura ou descobrir uma nova profissão, emprego sempre se tornar prioridade, por isso descobrir como procurar emprego na Irlanda é essencial para obter sucesso (mais rápido). Algumas formas são melhores do que as outras, encontre a que mais se encaixa ao seu perfil e boa sorte.

 

Use o LinkedIn ao seu favor

Se no Brasil o LinkedIn é uma ferramenta pouco usada por recrutadores, já na maior parte da Europa e dos EUA ele é essencial. Use-o caso você tenha o objetivo de procurar emprego na sua área de formação, como na saúde, tecnologia, administração, marketing, etc. Lembre-se de deixar seu perfil inglês e fazer uma boa revisão, além disso convide seus colegas para fazer indicações sobre seu trabalho, faça boas conexões e coloque uma foto no perfil bem profissional.

 

Indicações

Ter aquele famoso Q.I (quem indica) facilita e muito na hora de conseguir um trabalho em qualquer lugar do Mundo, para aumentar suas chances aumente o seu networking, conte para todos que esta procurando emprego, faça amizades e não tenha medo de dizer o que procura e precisa. Na maioria dos lugares as comunidades brasileiras são bem fortes e isso, com certeza, é um ponto positivo.

 

Porta-a-porta

Sim, entregar currículos pessoalmente é muito efetivo, mas para otimizar essa tarefa e ter chances de receber mais retornos, reforçamos:

  • Vá até o estabelecimento com a roupa que condiz ao local, ou seja, se a é uma loja de moda, vista-se adequadamente (sem exageros), se estamos falando de um pub, restaurante ou mercado, use roupa preta, unhas curtas e limpas.
  • Peça para falar diretamente com o gerente, normalmente atendentes vão jogar seu CV no lixo na primeira oportunidade.
  • Faça um currículo de acordo com a vaga. Não adianta colocar que você era gerente de vendas, se está procurando algo como assistente de cozinha, eles podem simplesmente dizer não por achar que você é muito qualificado para o emprego.
  • Mesmo que não existam vagas abertas, volte ao local pelo menos 3x, acredite eles vão lembrar de você.
  • Faça cursos no país para áreas gerais como barista, cozinha, segurança, primeiros-socorros, isso vai dar o UP que você precisa no seu currículo na hora de procurar emprego.

 

Faça voluntariado e estágios não-remunerados

Use suas horas vagas, mesmo que uma vez por semana, para se envolver em alguma ação de caridade. Você pode procurar esse tipo de trabalho nos centros de voluntariado, brechós, casas de repouso, centro de assistência para moradores de rua, etc. Além de aumentar sua rede de contatos, voluntariados agregam muito no seu currículo, seja no exterior ou no Brasil.

 

Sites de empregos

E por último, mas não menos importante temos os famosinhos sites de emprego. Para que você obtenha um retorno positivo é preciso pesquisar muito, muito mesmo e enviar pelo menos 50 currículos por dia. Os principais da Irlanda são Jobs.ie e indeed.ie. Você também pode procurar diretamente nos sites ou redes sociais da empresa / local de sua preferencia, normalmente existe a divulgação de vagas por lá.

 

Se quer estudar e trabalhar na Irlanda também ou descobrir onde você pode fazer isso, venha falar com a gente AQUI.

O que é preciso para fazer um intercâmbio?

By Featured, Programas, Vida de Intercambista

Você sabia que fazer um intercâmbio pode proporcionar uma aventura e uma troca cultural incríveis? Que, a partir dessa viagem, você não só aprimora a língua estrangeira, como também é capaz de conhecer pessoas e lugares que ficarão eternizados na memória? Que conquistará independência e voltará ainda mais disponível para os desafios da vida? Pois é.

Intercâmbio é uma chance imperdível para viver!

É claro que pode passar na sua cabeça: “Ok, quero fazer um intercâmbio. Mas, por onde começar? O que é preciso para fazer um intercâmbio? Como funciona o intercâmbio em si? Quais são os documentos necessários para fazer um intercâmbio?”. Muita calma! Vamos te ajudar!

 

Qual o objetivo de se estudar fora do Brasil?

O objetivo do intercâmbio é favorecer:

  • a interculturalidade;
  • o aprimoramento de um novo idioma;
  • o amadurecimento pessoal;
  • a qualificação acadêmica e profissional;
  • o aumento da sua independência.

 

Como pesquisar para entender mais?

Sabendo disso, vamos ao segundo ponto: o que se deve ter em mente é a necessidade de realizar constantes pesquisas em relação ao tema e aos subtemas acerca desse assunto, principalmente no que diz respeito ao destino escolhido, ao tipo de curso e moradia e ao orçamento pessoal.

E o mais importante, tente responder a seguinte pergunta: por que você quer fazer um intercâmbio?

Com tudo isso em mente, vamos descobrir juntos, mais detalhadamente, o que é preciso para fazer um intercâmbio!

 

Como ter a definição do destino do intercâmbio?

Essa é uma parte bem difícil, diante das inúmeras possibilidades. Entretanto, a decisão se torna fácil quando você estipula certas restrições, como:

  • o clima que gosta;
  • a língua que prefere;
  • o limite do seu orçamento, custo-benefício e assim por diante.

 

Quais são boas opções de países para não gastar muito?

Por exemplo, sabemos que Canadá, África do Sul e Irlanda são destinos muito procurados para quem quer economizar e ter uma qualidade de vida excepcional. Esses países oferecem diversas opções de intercâmbio e o custo tende a ser mais baixo, principalmente no dia a dia.

Já EUA, Inglaterra e Austrália, além de ser destinos mais badalados para quem quer aprender e aprimorar a língua inglesa, são mais caros devido à moeda, popularidade e ao próprio custo de vida em si.

Então, a dica: sente e pesquise! Busque tudo em relação ao país e crie uma lista de prós e contras. Assim, a decisão será mais racional.

 

Como definir o melhor programa?

Definido o país, está na hora de tomar uma segunda decisão: qual tipo de programa de intercâmbio você irá fazer enquanto estiver fora do Brasil.

 

Estudar

A opção mais comum é a de estudo, em que o objetivo é aprimorar a língua estrangeira e trazer para o currículo uma nova aprendizagem, ou formação. Entretanto, se for adolescente, compensa pesquisar um intercâmbio High School, isto é, de Ensino Médio, em que você pode passar um semestre lá e outro aqui.

Já para quem está cursando o Ensino Superior, é válido realizar um intercâmbio durante as férias, justamente para não atrapalhar os estudos (aliás, há convênios entre universidades brasileiras e estrangeiras, que funciona da mesma forma do High School, entretanto, as exigências são extremamente maiores, obviamente).

Agora, se o objetivo é melhorar a qualificação profissional, o intercâmbio de trabalho e/ou curso profissionalizante é o que você precisa, uma vez que terá a oportunidade de aprimorar a língua como trabalhará em empresas estrangeiras, multinacionais ou locais, e trará para casa uma bagagem profissional e cultural muito maior.

 

Au Pair

Também existe a opção de fazer o intercâmbio do tipo au pair, no qual você é uma babá de uma criança e mora na casa da família dela. Nesse tipo, você recebe um salário para se manter e tem a chance de visitar outros estados, países nas horas vagas, uma vez que tem uma maior flexibilidade. Geralmente, as meninas preferem esse tipo de intercâmbio, principalmente aquelas que gostam muito de crianças e querem passar um tempo fora do país, amadurecendo com as experiências e sendo feliz com cada uma delas!

 

Claro que esses dois tópicos não são os únicos que você precisa conhecer para fazer um intercâmbio. Entretanto, são os principais, porque dependem da sua decisão, literalmente. Ah! Não se esqueça de definir, junto com o seu destino, o período que pretende permanecer no país, para que tudo fique dentro da lei.

 

Agora que você já sabe por onde começar, venha falar com a gente clicando aqui e descobrir um pouco mais.

Reflexão sobre trabalhar durante o intercâmbio

By Comportamento, Sem Categoria, TrabalhoNo Comments

Um pouco antes de sair para um intercâmbio, é inevitável pensar no quanto estamos deixando para trás, sair do emprego, deixar a família, perder o conforto de uma casa, das facilidades de se conhecer toda a cidade…. e ainda sim, você larga tudo e vai embora.

Para começar entender isso, você precisa parar e pensar em tudo que te fez chegar até aqui e o meu caso foi: Eu preciso melhorar meu inglês se quiser continuar uma carreira em uma multinacional. Porém, a realidade é que no fundo eu queria uma vida diferente, uma cultura nova, um lugar seguro para começar minha família, mas pensar em nunca mais voltar para o Brasil me dava arrepios (e ainda dá).

Ahh como é difícil sair de casa e pensar que vamos fazer uma limpeza, cuidar de crianças, trabalhar em restaurantes lotados, não desmerecendo esses jobs, mas para quem já conheceu o outro lado da moeda, realmente não é fácil.

Dia após dia eu tento melhorar meu inglês e me adaptar as reais necessidades do mercado estrangeiro, faço cursos on-line pagos ou não, converso com especialista, olha e aplico para vagas todos os dias, mas para quem é de Humanas, ou você tem inglês fluente ou recebe um “obrigado pelo interesse, vamos manter seu CV no nosso banco de dados para futuras oportunidades”.

A dica de hoje é para que você nunca pare de sonhar e procurar formas de crescer, isso fará diferença na sua vida em qualquer lugar do Mundo. Pensar em desistir, okay, você vai pensar, mas poxa, já pensou no quão difícil foi chegar até aqui, se planejar, aguentar saudade, família, horas de voo, coisas boas que acontecem todos os dias e isso faz toda a diferença.

Prepare-se para subempregos, prepare-se para tudo! Seja realista, seja sonhador.

Have courage and be kind 🙂