Tag

Irlanda Archives - 4U Intercâmbio

Consultor 4U realizando um sonho: Renan Guimarães

By Comportamento, Irlanda, Vida de IntercambistaNo Comments

Olá futuro intercambista!

Meu nome é Renan Guimarães, tenho 28 anos, sou natural do Rio Grande do Sul e moro em Dublin desde fevereiro de 2017, um verdadeiro sonho viver aqui.  Sou formando em engenharia elétrica desde 2015 e decidi fazer meu intercâmbio em um país com a língua inglesa como idioma oficial para finalmente adquirir fluência no idioma para voltar ao Brasil (ou não) com confiança suficiente para participar de qualquer tipo de entrevistas de emprego na minha área de formação.

Após muito tempo de programação resolvi finalmente realizar esse antigo SONHO, então depois de ter juntado a primeira parte do dinheiro total do intercâmbio, entrei em contato com algumas agências de intercâmbio para já dar entrada no programa. Resolvi contratar uma agência de intercâmbio pois eu sabia que além de sair mais barato do que fechar diretamente com a escola, eu teria suporte para tudo o que eu precisasse.

Sobre os destinos disponíveis, já que eu gostaria de trabalhar durante meus estudos, fiquei na época em dúvida sobre Austrália e Irlanda. Depois de muito pesquisar, dois pontos foram cruciais para a minha decisão: valor da comprovação financeira e viabilidade de viajar durante o período do intercâmbio.

Escolhi a Irlanda com o intuito de aprender Inglês, trabalhar e viajar bastante gastando pouco.

Com relação às agências, depois de muito atendimento “robotizado”, fui indicado por uma amiga que já morava em Dublin para entrar em contato com a Carolina Cruz, uma das sócias da 4U STUDY que estava sendo fundada aqui. Desde o meu primeiro contato com a Carol, tive o melhor e mais sincero atendimento de todos, tanto é que não levei em conta apenas o lado financeiro, mas sim toda a confiança e conhecimento que ela me transmitiu via ligação/WhatsApp.

Depois de 6 meses que fechei meu intercâmbio, já com os Euros comprados (VTM), com as passagens e toda a documentação necessária em mãos, embarquei nessa que seria a viagem mais importante da minha vida!

Deixei para trás minha família, meus amigos, meu início de carreira na minha área de formação e obviamente minha zona de conforto, porém como eu estava indo atrás do meu antigo SONHO, eu sabia que realmente valeria à pena.

 

E depois de tanto planejamento, finalmente comecei meu intercâmbio

Cheguei em Dublin dia 01/02/2017, com uma vontade imensa de viver intensamente meu programa de intercâmbio sem pensar muito em tudo o que eu tinha deixado no Brasil.  A partir de março de 2017, recebi um convite para trabalhar ao lado da minha consultora e grande amiga Carol, devido a várias indicações que eu havia feito à agência por conta de realmente ter gostado da forma como eles tratam os clientes e funcionários da empresa. Desde então, comecei a seguir os seus passos com intuito de ajudar o maior número de pessoas que também sonham em sair do Brasil para aprender Inglês e que também sonham em viver uma vida completamente diferente aqui na Europa.

Para não ficar muito extenso, a minha vida aqui tem se resumido em: Estudar Inglês durante as aulas na IBAT College (onde sempre estudei); trabalhar na agência (4U STUDY) durante meu expediente; ajudar a galera que pretende vir, administrando alguns grupos de WhatsApp (+353838761644 caso queiram participar 😉) e elaborando alguns vídeos para meu antigo canal do YouTube (@reclamaqui)… e obviamente, viajando muito como podem perceber nos highlights do meu Instagram @renan4ustudy.

Atualmente estou na minha segunda renovação de visto e pretendo ficar por pelo menos mais dois anos, sendo 1 ano curso uma pós-graduação e outro ano com visto para trabalhar full-time.

O que está esperando para fazer teu intercâmbio também? Como posso te ajudar? Entre em contato conosco que estaremos por aqui para aqui para ajuda-lo da melhor maneira possível a também realizar esse grande SONHO de estudar/morar fora do Brasil, para que teu intercâmbio também seja um sucesso!

Aproveite e faça seu cadastro AQUI para que possamos conversar melhor sobre a realização do seu sonho, garanto que você não vai se arrepender.

Grande abraço, nos vemos por aí 😉

Como procurar emprego na Irlanda?

By Irlanda, Trabalho

Se tem uma coisa que preocupa o intercambista de cursos longos é a hora de procurar emprego. Não importa qual o seu principal objetivo, aprender inglês, juntar dinheiro, vivenciar uma nova cultura ou descobrir uma nova profissão, emprego sempre se tornar prioridade, por isso descobrir como procurar emprego na Irlanda é essencial para obter sucesso (mais rápido). Algumas formas são melhores do que as outras, encontre a que mais se encaixa ao seu perfil e boa sorte.

 

Use o LinkedIn ao seu favor

Se no Brasil o LinkedIn é uma ferramenta pouco usada por recrutadores, já na maior parte da Europa e dos EUA ele é essencial. Use-o caso você tenha o objetivo de procurar emprego na sua área de formação, como na saúde, tecnologia, administração, marketing, etc. Lembre-se de deixar seu perfil inglês e fazer uma boa revisão, além disso convide seus colegas para fazer indicações sobre seu trabalho, faça boas conexões e coloque uma foto no perfil bem profissional.

 

Indicações

Ter aquele famoso Q.I (quem indica) facilita e muito na hora de conseguir um trabalho em qualquer lugar do Mundo, para aumentar suas chances aumente o seu networking, conte para todos que esta procurando emprego, faça amizades e não tenha medo de dizer o que procura e precisa. Na maioria dos lugares as comunidades brasileiras são bem fortes e isso, com certeza, é um ponto positivo.

 

Porta-a-porta

Sim, entregar currículos pessoalmente é muito efetivo, mas para otimizar essa tarefa e ter chances de receber mais retornos, reforçamos:

  • Vá até o estabelecimento com a roupa que condiz ao local, ou seja, se a é uma loja de moda, vista-se adequadamente (sem exageros), se estamos falando de um pub, restaurante ou mercado, use roupa preta, unhas curtas e limpas.
  • Peça para falar diretamente com o gerente, normalmente atendentes vão jogar seu CV no lixo na primeira oportunidade.
  • Faça um currículo de acordo com a vaga. Não adianta colocar que você era gerente de vendas, se está procurando algo como assistente de cozinha, eles podem simplesmente dizer não por achar que você é muito qualificado para o emprego.
  • Mesmo que não existam vagas abertas, volte ao local pelo menos 3x, acredite eles vão lembrar de você.
  • Faça cursos no país para áreas gerais como barista, cozinha, segurança, primeiros-socorros, isso vai dar o UP que você precisa no seu currículo na hora de procurar emprego.

 

Faça voluntariado e estágios não-remunerados

Use suas horas vagas, mesmo que uma vez por semana, para se envolver em alguma ação de caridade. Você pode procurar esse tipo de trabalho nos centros de voluntariado, brechós, casas de repouso, centro de assistência para moradores de rua, etc. Além de aumentar sua rede de contatos, voluntariados agregam muito no seu currículo, seja no exterior ou no Brasil.

 

Sites de empregos

E por último, mas não menos importante temos os famosinhos sites de emprego. Para que você obtenha um retorno positivo é preciso pesquisar muito, muito mesmo e enviar pelo menos 50 currículos por dia. Os principais da Irlanda são Jobs.ie e indeed.ie. Você também pode procurar diretamente nos sites ou redes sociais da empresa / local de sua preferencia, normalmente existe a divulgação de vagas por lá.

 

Se quer estudar e trabalhar na Irlanda também ou descobrir onde você pode fazer isso, venha falar com a gente AQUI.

Uma nova jornada by Thassia

By Comportamento, Irlanda, Vida de Intercambista

Hoje é o inicio de uma nova jornada para mim, Thassia Silva, mineira de alma e carioca de coração. Mas do que se trata essa jornada? Nada menos do que mudar de país. Seja por um determinado tempo, ou para sempre. E mudar de país não é fácil, nem para mim e aposto que nem para você, na verdade é bem mais difícil do que parece ser. Uma mistura de sentimento, um mix do incerto e do certo, da realização de um sonho e do INESPERADO.

Para começar, eu recebi o convite da agência 4U Study para compartilhar com vocês um pouco da minha trajetória que começa hoje rumo a Irlanda, então preparem-se para ver o intercâmbio sob o meu olhar, uma intercambista, mulher, que viaja sozinha, mas cheia de vontades. Você vai me encontrar também nas redes sociais da agência, como o Instagram e o Facebook!

A jornada começou, mas como me sinto?

Não é fácil criar coragem e desfazer as amarras. É fácil fazer as malas, comprar uma passagem e seguir o seu destino rumo a um outro país. Difícil é aceitar a nova realidade durante esse tempo, aceitar o fato de que você não pertence ao local em que viveu a maior parte da sua vida.

Porque ao partir é preciso estar preparado para se reconstruir, para aceitar que é chegado o “agora ou nunca”, a hora de se encontrar, se conhecer e definir quem você quer ser, mesmo já sendo bem crescido e evoluído. É preciso ter coragem para se desfazer das frescuras, de alguns hábitos, criar asas fortes que te ajudem a dar um dos voos mais importantes da sua vida. É preciso se desfazer de preconceitos e aprender de uma vez por todas o significado do respeito.

Mudar de país é, quase sempre, fugir de alguns problemas, e então, se ver cercado por mil outros.

É viver numa montanha-russa quando se tem medo de altura. Os primeiros meses, acredito eu, trazem a mesma sensação da subida do avião, olhando na janelinha e pensando alto, bem alto: empolgação, felicidade, orgulho de estar indo realizar o tal esperado sonho. E então, a gente acorda certo dia e percebe que reconstruir a vida não é tão lindo quanto parecia, é difícil, desgastante, cansativo. Mas a gente está lá no topo; o investimento foi caro, os seus amigos, a sua família, todo mundo que não veio está te observando de longe. Não dá para desligar a máquina, você não tem coragem de pedir para descer. Você sorri e esconde o desespero. Fecha os olhos e vai.

Com medo e sem saber se vai dar certo

Alguns desistem após a primeira descida. Outros se acostumam com a adrenalina e resolvem continuar. Porque nada melhor do que descobrir que você é capaz. Morar fora não é reconhecer os seus limites, é esticá-los um pouquinho mais, dia após dia. É descobrir que você pode ir muito além. É ralar para ser reconhecido onde você é apenas mais um e reconhecer que ser apenas mais um pode ser muito para quem chegou a ser ninguém.

Morar fora é dar luz a um novo “eu” , é ser mãe e pai de sí próprio. É sofrer para se criar sozinho e ter orgulho do adulto que você recriou. É aceitar que você jamais será o mesmo se um dia decidir voltar pra sua terra.

Dia 08/06/2018, finalmente estou iniciando essa montanha russa, minha jornada, com apenas uma certeza: que estou realizando o meu sonho, e que venham inúmeras montanhas russas e agora, você embarca comigo.

4U House: sua acomodação estudantil na Irlanda

By Acomodação, Featured, Irlanda

Quando fechamos um intercâmbio, fechamos também um pacote com direito a ansiedade, insegurança e muitas dúvidas, isso é verdade, mas nada mais tranquilizador do que ter para onde ir quando chegar ao seu destino e é por isso que, em Dublin, na Irlanda, temos a acomodação estudantil exclusiva da 4U Study.

Nossa acomodação fica localizada em uma das regiões mais nobres de Dublin, temos duas casas com entradas independentes e nelas temos 8 quartos no total e acomodam 21 alunos por vez, em quartos compartilhados ou duplos. Além de ser uma casa toda mobiliada, com os utensílios que você precisa, incluindo máquina de lavar e secar, fogão, geladeira e até roupa de cama, a casa é confortável e conta com aquecimento central.

Um dos nossos diferenciais é que a casa conta com um funcionário próprio pronto para lhe ajudar nos primeiros dias. Ele irá mostrar os locais próximos a casa como por exemplo: lojas de conveniência, mercados e ponto de ônibus. Ele ensinará como você vai se locomover da 4U house até o centro de Dublin, enfim ele te ajudará com qualquer situação na acomodação.

 

MAS O QUE É UMA ACOMODAÇÃO ESTUDANTIL?

Este tipo de acomodação é ideal para intercambistas recém-chegados em seus respectivos destinos. Normalmente é administrada por agências de intercâmbio ou escolas, contam com toda a estrutura normal de uma casa, e lembram muito um hostel, onde quartos e áreas comuns, como banheiro, sala e cozinha são compartilhados.

A acomodação estudantil também é bem mais econômica do que ficar em uma casa de família, quer saber mais sobre casa de família, clique aqui.

 

E QUAL A VANTAGEM DE FICAR EM UMA ACOMODAÇÃO ESTUDANTIL?

Para entrar no país você, obrigatoriamente, deverá ter em mãos uma carta da acomodação, hotel ou hostel. Ficando em uma acomodação especial para estudantes você além de economizar terá a oportunidade de conhecer estudantes com os mesmos objetivos que os seus, podendo inclusive se juntarem para procurar uma acomodação definitiva e ter liberdade para sair e voltar a hora que quiser, além de cuidar das suas próprias refeições e rotina.

 

Então, aproveite para incluir algumas semanas de acomodação temporária no seu orçamento e tire essa preocupação da sua frente, afinal assim você terá tempo de sobra para aproveitar ainda mais as primeiras semanas da realização do seu sonho.

Como fazer o agendamento do GNIB (IRP) na Irlanda?

By Imigração, IrlandaNo Comments

Parece um sonho saber que não haverão mais filas e esperas longas para obtenção do cartão do GNIB / IRP em Dublin, mas sim, isso agora é real, para a nossa alegria 🙂

A imigração se atualizou e lançou um novo método super fácil e bem mais rápido, agora todo estudante terá horário marcado de atendimento obtenção do GNIB, agora chamado de IRP.

Lembre-se: o GNIB é o que equivale ao seu RG no Brasil, estudantes que ficarão na Irlanda por mais de 3 meses são obrigados a tirar o cartão. Em novembro de 2017, o GNIB passou a se chamar IRP (Irish Residence Permit).

Então, como reservar uma data na imigração para obter o seu IRP (antigo GNIB)?

  1. Clique no link http://burghquayregistrationoffice.inis.gov.ie/
  2. As datas e horários disponíveis serão oferecidos, basta selecionar a data e horário mais apropriado para você.
  3. Você receberá uma confirmação por e-mail. Leve uma cópia deste e-mail com você no dia agendado.
  4. O e-mail de confirmação também contém um link para uma lista de documentos que você deverá levar. Importante: caso esqueça algum documento, você não será atendido. 
  5. No dia de sua entrevista, chegue 15 minutos mais cedo e não se esqueça do pagamento de 300 euros, que pode ser feito no cartão (recomendado) ou em dinheiro. No caso de pagamento em espécie, você recebera um boleto para realizar o pagamento.

Para usar o novo sistema você vai precisar:

  • Seus dados pessoais
  • Número do passaporte
  • Número de cartão GNIB / IRP (apenas para renovação)

Nota: Se você está renovando seu visto, certifique-se de selecionar uma data dentro do período de duas semanas antes de seu cartão IRP expirar.

É de extrema importancia que devido a quantidade de imigrantes chegando no país todos os dias, não é tão simples encontrar uma data, por isso é importante se planejar com bastante antecedência (pelo menos 2 meses) para não ficar sem agendamento.

 

Se essa informação foi útil pra você, aproveite para descobrir um pouco mais no nosso blog.

O que é o PPS?

By Documentação, Imigração, Irlanda, Vida de IntercambistaNo Comments

Vamos falar de regras um pouquinho, afinal a vida não é só pint e compras na Pennys, my dear! Se ainda não ouviu falar do famoso PPS Number, você vai ouvir e vai entender porque ele é tão necessário assim que chegar na Ilha (SE você quiser trabalhar, of course)

PPS = Personal Public Service 

Para entender melhor, o PPS é bem parecido com o nosso CPF no Brasil, já que ele é um numero usado para se obter benefícios da assistência social, carteira de habilitação e o principal: TRABALHAR LEGALMENTE NA IRLANDA.

Seria incrível chegar na ilha e obter um cartãozinho desse facilmente, mas não, o governo não facilita tanto assim e você precisa se enquadrar em algumas situações, como:

 

  • Ter uma carta com uma oferta de trabalho
  • Candidatar-se para tirar a carteira de motorista
  • Marcar seu casamento na Irlanda (com europeu ou não)
  • Ou ser cidadão europeu

 

Lembrando que o PPS é exigido principalmente pelas empresas, ou seja, ele não altera em nada a obtenção do seu visto. A parte chata é que muitas empresas simplesmente não te dão trabalho, pois você não tem PPS, acreditam que esse processo é demorado e você não poderá começar trabalhar sem registro. Isso dificulta um pouco as coisas, mas vamos seguir.

 

E como eu obtenho o PPS se me enquadrar em alguma categoria? 

Tenha em mãos: Passaporte, Comprovante de Residência e o motivo pelo qual precisa do PPS (Habilitação, casamento ou carta do empregador). 

Tudo em mãos faça o cadastro e agende um horário no MyWelfare website.

 

mywelfare_post

 

Agora é só esperar, seu PPS chegará na sua casa via correio em um prazo aproximado de 5 dias.

Lembrando que o PPS não é emitido para visto de turista. Você precisa ter permissão para trabalhar para solicitar o documento, okay?

Então só reforçando: cursos com 25 semanas ou mais dão direito ao trabalho = 20h de trabalho por semana durante o período letivo e 40h durante as férias. Em outro post, vamos falar um pouquinho mais sobre os tipos de visto na Irlanda, não se preocupe 😉

Palavra do coração ❤ seja honesto e não caia em enrascadas como “falsificar carta de empresas”, inventar motivos ou algo do tipo. Se quer que o bem volte pra você, haja da maneira correta, tenha argumentos para conseguir a carta e paciência. A vida te devolve aquilo que você dá pra ela.

6 pontos negativos da Irlanda

By Curiosidades, Destinos, IrlandaNo Comments

Antes de ler esse texto, assista o vídeo! Viva cada segundo e se image nesse lugares, você vai viver tudo isso, mas não seja aquele que acredita que a Europa não tem seus defeitos, ela tem, mas ela é linda.

 

Mas vamos ao motivo do post, comece colocando uma coisa na sua cabeça: Intercâmbio não é férias!

Se conseguir entender isso, teremos meio caminho andado. Deixe de lado aquela ilusão que viver em outro país é apenas sonhos e grandes aventuras, sim, com certeza TAMBÉM é, mas o fato é que a adaptação à língua, a cultura, ao clima e a sua nova vida, pode ser muito mais desgastante do que você imagina, então prepare-se para isso meu jovem.

Antes de sair do Brasil, procure pontos negativos do seu novo lar, pesquise sobre as melhores e piores regiões, a vida noturna, o preconceito contra estrangeiros, a dificuldade de arrumar emprego, e acredite isso não é para você desistir, mas para que você venha consciente e tenha uma adaptação menos dolorosa.

Qual a primeiras impressões negativas da maioria dos brasileiros?

  1. No centro da cidade você verá sim alguma sujeira pelas ruas, paredes pixadas, locais depredados, moradores de ruas, etc… nada novo para uma capital né?
  2. Tem locais os quais não indicamos você morar, nem para economizar, ou são prédios muitos velhos ou pessoas demais dividindo a mesma casa, colocando em risco, inclusive seu bem-estar.
  3. Muitas nacionalidades convivem em um mesmo local, a cultura do seu colega de quarto, pode não te deixar feliz, mas nossa dica é: abra sua mente 😉
  4. O estrangeiro naturalmente já tem mais dificuldade para conseguir um emprego, principalmente por conta da limitação da língua e para ajudar, ainda existem pessoas que tentarão lhe pagar o menos que o mínimo, não aceite!
  5. Sobre segurança, o centro da cidade sofre com furtos realizados por adolescente ou dentro de boates, nada tão grave como vemos no Brasil, mas não dê bobeira, combinado?
  6. Tem uma galera bem do mal aplicando golpes e levando seu euro valioso, não dá pra confiar em todo mundo, atenção redobrada na hora de arrumar uma acomodação.

E não, não vou citar o tempo e suas 4 estações em um dia. Isso é um charme a parte da Irlanda 🙂

Anyway, esses são alguns detalhes observados, mas nada disso irá tirar o brilho do intercâmbio, afinal se vier preparado saberá que todo lugar tem sim seus defeitos (a internet é uma linda, use ao seu favor), sendo assim todas as vezes que você se deparar com situações difíceis, não será nada assustador.

Aproveite que já esta aqui e conheça um pouquinho do charme da Irlanda.

 

Predios Liffey

Use todas suas pesquisas como base para sua adaptação. Todos esses pontos não mudaram o rumo dos meus sonhos, não me fizeram ser mais fraca, mas fizeram que eu estivesse mais preparada e pronta para tudo.

Não desista, saía da caixa e seja feliz, em qualquer lugar do Mundo.

Phoenix Park em Dublin

By Destinos, Irlanda, Vida de IntercambistaNo Comments

 

A  vida na Irlanda, pode ser tranquila e de muita qualidade se você quiser que assim seja, sim, porque se você optar por uma vida agitada cheia de pubs de segunda à segunda você também terá, como sou do tipo “caseira”, me apaixonei pelo lado mais “calmo” da Irlanda.

Começando a saga de lugares onde ir, temos o enorme e lindo Phoenix Park em Dublin, com ótima localização, ele é duas vezes maior que o Central Park de Nova York e foi inaugurado em 1662, na época ele era beeem maior.

Uma das principais atrações do parque são os fofos cervos, são mais de 300, que vivem tranquilamente em uma grande área aberta para o público, você pode alimenta-los (com consciência) e observa-los nas floresta e campos.

Dentro do Phoenix Park você também pode encontrar outras atrações e deixar seu passeio mais completo. Isso inclui a “Áras an Uachtaráin” ou Casa do Presidente que já acolheu a Rainha Vitória da Inglaterra e hoje é o lar da atual presidente, o Zoo de Dublin, o Wellington Monument que homenageia as vitórias do Duque de Wellington, a Cruz Papal que marca a celebração da Missa de João Paulo II em 1979, o Magazine Fort, um antigo forte onde eram guardadas armas do exército irlandês, além de centro de visitação, um pequeno castelo, muitos lagos, playground, área para pratica de esportes e paisagens lindas para aproveitar seu dia.

O parque também é ponto de encontro no verão e recebe vários eventos durante o ano.

Saiba um pouquinho mais no site oficial http://www.phoenixpark.ie/

phonix park map

Reserve um dia inteiro para a visita! Vale realmente a pena, só não esqueça de olhar a previsão antes, essa sim é nossa “grande inimiga” na Ilha Esmeralda. Ahhh você também pode alugar bicicletas na entrada do parque 🙂

Imigração ainda no aeroporto de Dublin

By Imigração, Vida de IntercambistaNo Comments

É fato que assim que começar planejar seu intercâmbio, dúvidas (e pavor) com a imigração andarão ao seu lado, meu objetivo hoje não é detalhar sobre leis e afins, mas tentar te tranquilizar e deixar seu caminho o menos complicado possível ao chegar aqui na Ilha Esmeralda.

Logo no desembarque você passará pela imigração, uma checagem “rápida”, mas rigorosa da sua documentação. Respire fundo e se você não foi agraciado por um passaporte vermelho dirija-se as cabines NON-EU.

Abaixo algumas dicas super simples que deixaram sua passagem pela imigração mais tranquila (isso vale para o aeroporto, okay?)

  • Com pelo menos 1 mês de antecedência, verifique se esta com toda documentação exigida para entrar no país. O básico são: passaporte, carta da escola, carta da acomodação, comprovação financeira, passagem de volta para o Brasil e seguro de saúde governamental, todos esses são obrigatórios (isso falando baseado na entrada de estudante no país).
  • Faça esse check-list sempre quando se sentir inseguro e não se esqueça de ler todas as informações e seus dados, uma simples letra errada pode te trazer dores de cabeça.
  • Traga todos os documentos na sua mala de mão e de preferência em uma pasta separada. Quanto mais organizado e ágil você for, menos perguntas serão feitas.
  • Sim, a primeira passagem pela imigração logo no desembarque, antes mesmo de você pegar suas malas e provavelmente irão fazer algumas perguntas, venha preparado, treine isto em inglês. Normalmente são perguntas como: Quando suas aulas começam? Qual é a sua escola? Por quanto tempo você vai ficar na Irlanda? – Lembrando, meus queridos, que depende de agente para agente. Para mim não perguntaram nada, mas para o meu marido foi uma entrevista.

A dica é: tente não ficar apavorado! Tudo é mera precaução e se não entender o que dizem, peça para que repitam mais devagar, afinal, você não tem nada a temer, se está entrando no país legalmente, não tem motivos para dar errado, concorda?

Todos os dias milhares de pessoas entram e saem da Irlanda, deixe o JEITINHO BRASILEIRO (odeio esse termo, mas sabemos do que se trata), fora daqui e de qualquer lugar que você for passar. Não tente mentir, trazer o que não deve nas malas ou burlar qualquer regra. Você poderá destruir seu sonho antes mesmo dele começar.

Uma coisa que fiz e me ajudou MUITO antes de chegar aqui é olhar no google o máximo de imagens e trajetos possíveis por onde eu passaria nos meus primeiros dias. Isso me ajudou a não chegar apavorada ou extremamente vislumbrada com tudo a ponto de esquecer os detalhes burocráticos. Com isso não tivemos nenhum tipo de problemas, nem na imigração, nem com acomodação ou conta do banco.

Cada um terá uma experiencia, mas o fato é que pensamento positivo ajuda muito e lembre-se, terá sempre alguém da 4U Study te esperando e com o telefone na mão caso suja qualquer imprevisto,  então respire fundo e vem 🙂