Quando você decide por realizar um intercâmbio, é preciso pensar no nível de conhecimento de inglês que você possui. É muito comum para alguns estudantes ficarem inseguros, por não terem o domínio do idioma. Por isso, nesse artigo vamos abordar como é possível realizar um intercâmbio com Inglês Básico.

Ter Inglês Básico em Intercâmbio é positivo ou negativo?

Inglês básico para fazer intercâmbio não deve ser considerado um impeditivo para fazer intercâmbio.

Existem várias modalidades de cursos disponíveis no intercâmbio, inclusive os que se destinam ao ensino do idioma para estrangeiros com nível básico, assim como nos demais níveis. Tudo dependerá do objetivo que você quer alcançar.

Mas saiba que possuir inglês básico contribui bastante para você se comunicar em situações do cotidiano: saudações, cumprimentos, fazer pedidos em lojas. Ao mesmo tempo que permite a você reconhecer e identificar elementos de orientação como placas, anúncios, informativos. Tudo isso vai te auxiliar a conviver de forma amigável com a comunidade local, reduzindo possibilidades de ter transtornos ao longo da viagem.

Quais os níveis de inglês?

Ter inglês básico é, obviamente, o primeiro nível que qualquer pessoa tem para continuar a se especializar em demais aprendizados e habilidades da língua.

Existem mais três níveis que são:

· Intermediário;

· Avançado;

· Fluente.

Chegar à fluência só acontece, de fato, após alguns anos de estudo e dedicação, como qualquer aprendizado mais profundo.

Escolas de idiomas no exterior fazem a composição de suas turmas de acordo com o nível de conhecimento do aluno. Assim você será incluído de forma adequada numa turma e terá o melhor aproveitamento possível.

Normalmente, ao se interessar por um intercâmbio, é ideal que o estudante faça uma avaliação de seu nível de conhecimento para conseguir identificar onde deverá ser inserido, caso seu objetivo seja o de estudar ou se aprimorar no idioma.

Ter nível básico impede o intercâmbio?

O inglês básico é apenas uma classificação de nível, que auxilia você a saber quais caminhos deve seguir para continuar aprendendo, até chegar ao domínio da língua.

Dessa forma, independe o nível em que você esteja enquadrado, isso não se torna um impedimento para o intercâmbio! Pois uma viagem como essa, entre outros aspectos, oferece a oportunidade de melhorar o aprendizado do idioma, com imersão total na cultura de um país falante do inglês.

Ao manter contato com o inglês no seu cotidiano, o aprendizado da língua tem muito mais chances de se tornar efetivo. Pois assim, você adquirirá uma carga maior de conhecimento por ter a necessidade de praticar em seu dia a dia os aprendizados adquiridos.

Ter contato diário com a língua é uma das melhores formas de conseguir maior aproveitamento no aprendizado.

Em quanto tempo acontecerá o aprendizado?

Tendo inglês básicoexiste uma grande chance de seus estudos se tornarem altamente produtivos. Pois você terá a possibilidade de exercitar seus conhecimentos de maneira intensa, sem se preocupar em sempre acertar, mas sim em praticar. É isso que levará você ao domínio da língua num futuro próximo.

Dessa forma, optar por um período de duração mais longo para fazer seu intercâmbio é o ideal para você, caso seu nível de inglês seja básico ou possua poucos conhecimentos da língua. A vantagem é que, nesses casos, minimiza-se os vícios de linguagem e o aprendizado se torna mais puro, sem influências de padrões de aprendizado no Brasil.

Ao ser exposto a condições reais da vida dos nativos, você terá a chance de utilizar vários meios para conseguir se fazer entender e aprender o mais da língua inglesa.

Nesse sentido, é interessante observar que o prazo necessário de duração do intercâmbio dependerá da dedicação e interesse do aluno, como em qualquer processo de aprendizagem.

Definir um tempo mínimo ou máximo está sempre relacionado a suas escolhas, não deve ser definido de forma conceitual e sim pelo avanço do seu conhecimento!

Sendo assim, o ideal é que você procure passar o período máximo de seu visto como estudante no seu país de escolha, e frequentar a maior quantidade de atividades possíveis para obter o máximo retorno dessa viagem.

Resumindo…

Como vimos nesse artigo sobre Inglês Básico, é perfeitamente possível fazer intercâmbio com poucos conhecimentos nessa língua. Inclusive, a tendência é obter resultados muito melhores do que teria ao fazer cursos convencionais no Brasil. Afinal, estando no país dos nativos na língua, você estará totalmente imerso no cotidiano do inglês. Dessa forma, você aprenderá o inglês melhor e mais rápido!

Se você deseja saber mais sobre cursos de inglês no intercâmbio e ficar por dentro desse universo, fale com a gente! Estamos aqui pra te ajudar a realizar esta conquista ;D