fbpx

Carrinho

Uma grande preocupação para quem faz um intercâmbio na Irlanda está relacionada ao custo de vida no país. Muitas vezes, intercambistas embarcam numa viagem pelo mundo sem conhecer a rotina (e os custos de vida) do país. Para evitar esse problema é necessário se informar!

Neste artigo, vamos falar sobre o custo de vida na Irlanda sob diversos aspectos. Assim você poderá entender e avaliar a realidade que vai encontrar.

Custo de vida na Irlanda

Ao fazer intercâmbio na Irlanda, surge a necessidade de identificar os valores relacionados ao custo de vida local, para poder se preparar adequadamente. Dessa forma é possível planejar e avaliar qual valor precisará para se manter no exterior.

A Irlanda é um país europeu que apresenta um custos de vida considerável. Porém, a Irlanda apresenta grande oferta de empregos, o que a torna um destino muito procurado por quem deseja estudar e trabalhar. Obter uma ocupação profissional pode auxiliar bastante em sua estada no país, complementando sua renda.

O custo é variável de acordo com a região e cidade. Dublin, por exemplo, é a capital irlandesa e também a mais cara localidade. Entretanto, é a região com maior ofertas em emprego, o que acaba compensando o aumento nos custos de vida. Como alternativa, viver em outros locais da Irlanda pode ser uma boa ideia para reduzir custos.

Para ir se preparando, veja quais são os custos básicos de estada na Irlanda:

  • Habitação
  • Transportes
  • Alimentação
  • Turismo
  • Lazer
  • Comunicação

Para cada um desses itens podem ser realizados orçamentos semanais ou mensais. O objetivo deve ser facilitar inclusive a avaliação sobre a viabilidade de salários negociados suportarem esses gastos.

Características de custos básicos na Irlanda

Para se ter um bom intercâmbio na Irlanda é necessário conhecer como funcionam os custos básicos no País. Isso poderá orientar você a usar alternativas mais econômicas e até gratuitas.

  • Habitação

Em Dublin, os aluguéis são bastante altos, acima de € 1.500 – cerca de R$ 6 mil. É muito comum dividir aluguéis entre outros estudantes, para baratear o custo de moradia no exterior. Morando fora do centro, os valores começam a baixar, como em qualquer cidade — muitas vezes, é possível conseguir uma redução acima de 40% nos valores encontrados nestas regiões, em relação ao centro.

Deve se levar em conta ainda que terá de considerar os custos com luz e gás, que em países frios acabam representando um valor relevante, em relação ao custo total de moradia.

Pesquise bastante e veja ofertas de vagas que possam atender suas necessidades.

  • Transportes

As cidades têm boa estrutura de transporte público e, dependendo de onde você esteja residindo, a opção de se locomover a pé é bastante interessante.

Com muita segurança e condições de estrutura excelentes das ruas, com boa sinalização e arborização. Assim, é possível caminhar de forma tranquila e com bastante rapidez, facilitando os deslocamentos.

Os preços dos transportes são bastante altos na Irlanda, mas há opções alternativas, como o aluguel ou até mesmo a compra de uma bicicleta. Uma solução para economizar nos deslocamentos e ao mesmo tempo fazer exercícios físicos.

A Irlanda oferece opções de transporte coletivos como ônibus, bonde elétrico e trens. O custo está relacionado ao trajeto realizado e tipo de transporte escolhido.

Existe uma identificação denominada student leap card, ou seja, a carteira de estudante, que lhe dá condições de acesso a ônibus pagando uma tarifa semanal mais barata que a passagem convencional, e ainda garante descontos em farmácia, em rede de fast food etc.

  • Alimentação

Sair para comer fora é muito caro, então privilegie a compra de comida em supermercados e para preparar em casa, assim você economizará bastante.

Aproveite as promoções em mercados e faça suas compras, dentro de seu orçamento, para não passar sufoco!

  • Comunicação

Este é um ponto importante, pois para usar seu WhatsApp ou Skype você terá de ter internet em sua residência. A boa notícia é que pacotes de internet podem ser contratados por preços bem baixos.

Lazer

Já que ninguém é de ferro, o lazer é importante para ser considerado em seu orçamento para o intercâmbio na Irlanda. Contudo, escolha bem os locais de lazer, pois os custos são elevados par algumas opções. Assim, deve cuidar de avaliar o quanto pode gastar.

Priorize locais públicos como parques, museus, espaços culturais, onde normalmente são gratuitos e que vão te distrair bastante.

Qual o salário ideal para viver na Irlanda

Na Irlanda, em primeiro lugar, deve-se ter em mente, que o estudante precisa ter um aporte financeiro de 3 mil euros. Resolvido isso, o salário mínimo permite viver com conforto e sem apertos… Claro, se você tiver controle sobre seu orçamento.

É possível realizar um intercâmbio na Irlanda com bastante economia e sem passar apertos, fazendo um bom planejamento e definindo um orçamento adequado e que seja cumprido.

O ideal é conciliar seus estudos com um emprego para auxiliar a bancar sua estada com mais tranquilidade.

Afinal, o que aprendemos?

Como vimos, o intercâmbio na Irlanda não deve se tornar uma dor de cabeça, envolvendo custos excessivos. Se você se organizar e for determinado a aproveitar o máximo de uma cultura diferente vai se dar muito bem e gastando um preço justo.

Está interessado no intercâmbio para a Irlanda, então fale com a gente!