Category

Estudar no Exterior

4uintercambio-espanha

Intercâmbio na Espanha: 6 Motivos para se apaixonar pelo País.

By Destinos, Estudar no ExteriorNo Comments

A Espanha é um País que oferece tantas possibilidades diferentes que é impossível qualifica-lo em uma só palavra. Fazer um intercâmbio na Espanha é entrar em contato com uma Cultura extraordinária, gastronomia impecável, pontos turísticos de tirar o fôlego e um clima invejável. Vem conferir 6 motivos para se apaixonar pelo Destino.

Read More

Faça faculdade na Irlanda

By Irlanda, Programas, Estudar no ExteriorNo Comments

Já pensou em fazer uma faculdade na Irlanda e e ainda aumentar sua visibilidade no mercado de trabalho? No país é permitido estudar inglês por até 2 anos, depois disso apenas um curso acima do nível 7, o que entra cursos de bacharelado.

Hoje, a 4U Study Intercâmbio quer te apresentar a Dorset College, uma instituição com mais de 35 anos de experiência, onde ex-aluno 4U paga valor de curso para Europeu e 50.00 euros de desconto no ato da matricula.

Veja abaixo algumas opções de curso:

 

Bacharelado em Negócios Internacionais

(Full-time, nível 8, 1 ano de duração) Valor:€ 4500,00 (Desconto de 50 euros para ex-alunos 4U Study Intercâmbio). Início em Janeiro ou Setembro.

O curso é de nível 8, tem duração e tem a duração de 1 ano. O aluno receberá o Stamp-2 pelo período do curso e poderá solicitar o visto 1G após a conclusão por até 1 ano, onde ele será autorizado a trabalhar 40 horas.

Profissionais formados podem assumir o cargo de: Gerente de Marketing, Gerente de Projetos, Executivo de Marketing, Consultor de Negócios, Gerente de Logística, Especialista em Mídias Sociais, Analista Estratégico ou um Analista Financeiro).

Lista de documentos:

  • Ficha de inscrição
  • Passaporte
  • GNIB
  • Certificado de inglês (comprovando no mínimo o nível de inglês B2 – intermediário-avançado, mas a escola poderá solicitar entrevista presencial).
  • Certificado de Conclusão e Histórico Escolar de Ensino Superior em área compatível ao curso (Para alunos que não tenham ensino superior compatível, será necessária a apresentação de um currículo que comprove ao menos 3 anos de experiência na área de gestão, supervisão ou gerência).

Bacharelado em Administração

(Full-time, nível 7, 3 anos de duração) Valor:€4200.00 (primeira anuidade). Desconto de 50 euros para alunos 4U Study. Início em Fevereiro ou Setembro.

O curso é de nível 7, com duração total de 3 anos. O aluno receberá o Stamp-2 pelo período do curso e poderá solicitar o visto 1G após a conclusão por até 6 meses, onde ele será autorizado a trabalhar 40 horas.

Profissionais formados podem assumir o cargos de: Executivo de Contabilidade, Executivo de Marketing, Gerente Trainee, Administrador de Projetos, Administrador de Negócios, Assistente de Suporte de TI, Administrador de RH, Administrador Financeiro.

Lista de documentos:

  • Ficha de inscrição
  • Passaporte
  • GNIB
  • Certificado de inglês (comprovando no mínimo o nível de inglês B2 – intermediário-avançado, mas a escola poderá solicitar entrevista presencial)
  • Histórico Escolar de Ensino Médio.

 

Bacharelado em Ciência da Computação e Multimídia 

(Full-time, nível 7, 3 anos de duração). Valor:€4200.00 (primeira anuidade). Desconto de 50 euros para alunos 4U Study. Início em Fevereiro ou Setembro.

O curso é de nível 7, com duração total de 3 anos. O aluno receberá o Stamp-2 pelo período do curso e poderá solicitar o visto 1G após a conclusão por até 6 meses, onde ele será autorizado a trabalhar 40 horas.

Profissionais formados podem assumir de: Desenvolvedor de Jogos, Web Designer, Designer Gráfico, Diretor de Arte, Programado ou Animador 3D.

Lista de documentos:

  • Ficha de inscrição
  • Passaporte
  • GNIB
  • Certificado de inglês (comprovando no mínimo o nível de inglês B2 – intermediário-avançado, mas a escola poderá solicitar entrevista presencial)
  • Histórico Escolar de Ensino Médio

(Picture: Lafayette Photography)

Formas de pagamento:

  • Método facilitado com entrada de 500 + saldo em euros pago até 30 dias antes do início do curso.
  • Parcelamento em reais em até 12 vezes no cartão de crédito (juros aplicados)
  • Parcelamento em reais em até 12 vezes no boleto bancário (juros aplicados), com data de vencimento do último boleto com até 30 dias antes do início do curso.

Esse é o seu momento e principalmente, da sua carreira. Caso tenha dúvidas fale diretamente com um dos nossos consultores e aproveite nossas promoções, CLIQUE AQUI para receber um contato.

Qual é o custo de vida para um intercâmbio na Irlanda?

By Irlanda, Destinos, Trabalho, Estudar no Exterior, Custo de Vida

Uma grande preocupação para quem faz um intercâmbio na Irlanda está relacionada ao custo de vida no país. Muitas vezes, intercambistas embarcam numa viagem pelo mundo sem conhecer a rotina (e os custos de vida) do país. Para evitar esse problema é necessário se informar!

Neste artigo, vamos falar sobre o custo de vida na Irlanda sob diversos aspectos. Assim você poderá entender e avaliar a realidade que vai encontrar.

Custo de vida na Irlanda

Ao fazer intercâmbio na Irlanda, surge a necessidade de identificar os valores relacionados ao custo de vida local, para poder se preparar adequadamente. Dessa forma é possível planejar e avaliar qual valor precisará para se manter no exterior.

A Irlanda é um país europeu que apresenta um custos de vida considerável. Porém, a Irlanda apresenta grande oferta de empregos, o que a torna um destino muito procurado por quem deseja estudar e trabalhar. Obter uma ocupação profissional pode auxiliar bastante em sua estada no país, complementando sua renda.

O custo é variável de acordo com a região e cidade. Dublin, por exemplo, é a capital irlandesa e também a mais cara localidade. Entretanto, é a região com maior ofertas em emprego, o que acaba compensando o aumento nos custos de vida. Como alternativa, viver em outros locais da Irlanda pode ser uma boa ideia para reduzir custos.

Para ir se preparando, veja quais são os custos básicos de estada na Irlanda:

  • Habitação
  • Transportes
  • Alimentação
  • Turismo
  • Lazer
  • Comunicação

Para cada um desses itens podem ser realizados orçamentos semanais ou mensais. O objetivo deve ser facilitar inclusive a avaliação sobre a viabilidade de salários negociados suportarem esses gastos.

Características de custos básicos na Irlanda

Para se ter um bom intercâmbio na Irlanda é necessário conhecer como funcionam os custos básicos no País. Isso poderá orientar você a usar alternativas mais econômicas e até gratuitas.

  • Habitação

Em Dublin, os aluguéis são bastante altos, acima de € 1.500 – cerca de R$ 6 mil. É muito comum dividir aluguéis entre outros estudantes, para baratear o custo de moradia no exterior. Morando fora do centro, os valores começam a baixar, como em qualquer cidade — muitas vezes, é possível conseguir uma redução acima de 40% nos valores encontrados nestas regiões, em relação ao centro.

Deve se levar em conta ainda que terá de considerar os custos com luz e gás, que em países frios acabam representando um valor relevante, em relação ao custo total de moradia.

Pesquise bastante e veja ofertas de vagas que possam atender suas necessidades.

  • Transportes

As cidades têm boa estrutura de transporte público e, dependendo de onde você esteja residindo, a opção de se locomover a pé é bastante interessante.

Com muita segurança e condições de estrutura excelentes das ruas, com boa sinalização e arborização. Assim, é possível caminhar de forma tranquila e com bastante rapidez, facilitando os deslocamentos.

Os preços dos transportes são bastante altos na Irlanda, mas há opções alternativas, como o aluguel ou até mesmo a compra de uma bicicleta. Uma solução para economizar nos deslocamentos e ao mesmo tempo fazer exercícios físicos.

A Irlanda oferece opções de transporte coletivos como ônibus, bonde elétrico e trens. O custo está relacionado ao trajeto realizado e tipo de transporte escolhido.

Existe uma identificação denominada student leap card, ou seja, a carteira de estudante, que lhe dá condições de acesso a ônibus pagando uma tarifa semanal mais barata que a passagem convencional, e ainda garante descontos em farmácia, em rede de fast food etc.

  • Alimentação

Sair para comer fora é muito caro, então privilegie a compra de comida em supermercados e para preparar em casa, assim você economizará bastante.

Aproveite as promoções em mercados e faça suas compras, dentro de seu orçamento, para não passar sufoco!

  • Comunicação

Este é um ponto importante, pois para usar seu WhatsApp ou Skype você terá de ter internet em sua residência. A boa notícia é que pacotes de internet podem ser contratados por preços bem baixos.

Lazer

Já que ninguém é de ferro, o lazer é importante para ser considerado em seu orçamento para o intercâmbio na Irlanda. Contudo, escolha bem os locais de lazer, pois os custos são elevados par algumas opções. Assim, deve cuidar de avaliar o quanto pode gastar.

Priorize locais públicos como parques, museus, espaços culturais, onde normalmente são gratuitos e que vão te distrair bastante.

Qual o salário ideal para viver na Irlanda

Na Irlanda, em primeiro lugar, deve-se ter em mente, que o estudante precisa ter um aporte financeiro de 3 mil euros. Resolvido isso, o salário mínimo permite viver com conforto e sem apertos… Claro, se você tiver controle sobre seu orçamento.

É possível realizar um intercâmbio na Irlanda com bastante economia e sem passar apertos, fazendo um bom planejamento e definindo um orçamento adequado e que seja cumprido.

O ideal é conciliar seus estudos com um emprego para auxiliar a bancar sua estada com mais tranquilidade.

Afinal, o que aprendemos?

Como vimos, o intercâmbio na Irlanda não deve se tornar uma dor de cabeça, envolvendo custos excessivos. Se você se organizar e for determinado a aproveitar o máximo de uma cultura diferente vai se dar muito bem e gastando um preço justo.

Está interessado no intercâmbio para a Irlanda, então fale com a gente!

Como a agência pode me dar suporte no intercâmbio?

By Vida de Intercambista, Programas, Estudar no Exterior

Fazer um intercâmbio é o objetivo de muitas pessoas, as agências de intercâmbio pode ajudar muito nesse processo. Porém, algumas dúvidas podem surgir em relação aos serviços de uma agência. Neste artigo, vamos abordar a questão do suporte no intercâmbio realizado pelas agências, após fechamento do contrato.

Contrato de serviços e o suporte no intercâmbio

Quando você decide fazer um intercâmbio utilizando uma agência, você deseja ter todo o suporte no intercâmbio, certo? Para conseguir esse objetivo, é necessário que se tenha um contrato de prestação de serviços com tal agência.

Esse termo deve ser assinado entre as partes, contratado e contratante, e definir os principais aspectos de responsabilidade de ambos. Assim, é possível estabelecer de forma efetiva a garantia da prestação de serviços e o sucesso efetivo do programa.

Mas tranquilize-se: o suporte no intercâmbio feito por uma agência devidamente estabelecida e reconhecida no mercado é fator decisivo para que o estudante possa realizar uma viagem sem preocupações desde seu embarque até o fim do programa.

Sendo assim, a pessoa terá a garantia de se inscrever em um programa de intercâmbio adequado, totalmente em conformidade com a legislação brasileira. Dessa forma, não haverá qualquer chance de arrependimentos pela decisão de uma agência.

Como uma agência consegue dar suporte no intercâmbio

A agência mantém um monitoramento de tudo o que é planejado e pode auxiliar a solucionar problemas diversos que possam ocorrer – como passagens, local de estadia etc.

Porém, o contrato de prestação de serviços deve indicar claramente todos os aspectos cobertos efetivamente pela empresa. Tudo para evitar dores de cabeça a ambas as partes.

Principais aspectos de cobertura contratual

Para ajudar você, vamos destacar alguns momentos importantes na preparação para o intercâmbio. Veja quais itens merecem atenção especial:

    • Contatos no exterior: as agências sempre possuem um contato e correspondente no exterior. Assim, é possível ter maior apoio ao estudante, oferecendo eficiência no atendimento e reduzindo riscos.
      Esses contatos normalmente acompanham o intercambista em sua estadia no país.  Auxilando em como utilizar transportes pela cidade, alimentação, encontrar endereços de hospedagem e instituição de ensino – desde que ambos sejam de confiança das agências e acordados em contrato;
    • Suporte em situações de emergência: assim, o estudante poderá receber apoio em caso de necessidade ou dúvida que deseja esclarecer. Além daquelas situações não previstas e urgentes.
      Isso é muito importante, pois poder contar com ajuda em imprevistos é fundamental para quem está distante de sua família e país;
    • Auxílio e orientações sobre proteção legal: agências devem ter condições de resolver eventuais situações legais com as quais o estudante venha a se deparar.
      Muito embora programas de intercâmbio raramente apresentem situações que tragam prejuízos ao aluno (por exemplo, a escola de destino fechar no período do programa), esta é uma situação que eventualmente pode acontecer. Então, a agência não pode desamparar o aluno;
    • Soluções para o dia a dia: muitas vezes, o estudante precisa resolver situações simples do cotidiano, mas não sabe como solucionar por si só. Por exemplo, compras de chips para celulares, necessidade de efetuar uma transação bancária, dificuldades em utilizar o idioma e uso de serviços públicos. Orientações gerais, como estas, podem ser difíceis de obter sem o apoio de uma agência experiente.

Em suma: para qualquer dificuldade, conte sempre com a agência. A melhor alternativa para quem está viajando e principalmente para estudantes inexperientes.

Apoio durante a viagem

O suporte no intercâmbio é determinante para que tudo corra da melhor maneira possível, inclusive quando se tem a intenção de conseguir uma ocupação durante o período de estudos.

Considerações finais

Como vimos, o suporte no intercâmbio é fundamental para o sucesso do programa, servindo sempre para maior conforto e segurança do estudante durante o projeto.

Procure uma agência de intercâmbio que tenha boas avaliações no mercado, para que sua experiência seja inesquecível. Assim, você só terá de se preocupar em ampliar seus conhecimentos e viver bons momentos.

Gostou do conteúdo? Então fique de olho em nosso blog para mais informações sobre intercâmbio!

5 desculpas comuns que falamos para não fechar o intercâmbio

By Destinos, Featured, Comportamento, Vida de Intercambista, Estudar no Exterior

Muitas vezes esperamos anos para realizar um sonho, e um deles pode ser o tal do intercâmbio, que ficamos procurando razões para não fechar e é por isso que a gente quer te ajudar a desmistificar as 5 desculpas mais comuns que damos para não fechar nosso intercâmbio (ou realizar um sonho).

Não tenho dinheiro

Definitivamente essa é a desculpa mais comum, muitas vezes porque não temos ideia de quanto custa para fazer um intercâmbio e na verdade não estamos falando de custo, mas sim de investimento. Já parou pra pensar que se estivesse pagando seu intercâmbio desde a primeira vez que pensou nele, você já poderia estar embarcando com tudo pago agora? Fazer uma viagem como essa, seja de 2 semanas ou 6 meses exige PLANEJAMENTO e quando você encontra promoções que valem a pena, nossa dica é: agarre a oportunidade e viva esse momento.

Não consigo ficar longe da família

Saudade é algo que dói, mas chega uma hora que devemos ser fortes, por nós e por eles. Afinal, sair da zona de conforto nos permite crescer e viver experiências completamente novas. E confie em mim, no meio de tanta novidade vai sobrar pouco tempo para sentir aquela saudade que aperta o peito e quando isso acontecer, use a tecnologia ao seu favor e converse com todos eles.

Sou muito velho pra isso (ou novo demais)

Aqui resumimos em poucas palavras: não existe idade para viver um sonho! Tire isso da sua cabeça imediatamente, escolha o destino que você acredita que mais vai lhe fazer feliz e permita-se.

E se não agora, quando? Se não você, quem?

Não falo inglês

Um erro muito comum é achar que é necessário saber inglês ou outra língua para se fazer um intercâmbio estudantil, mas pense comigo, qual o principal objetivo de um intercâmbio? Aprender ou aprimorar uma língua, certo?

Então não tenha medo de se arriscar, de conhecer o Mundo, novas culturas e pessoas incríveis. Se quiser se sentir mais confortável, aproveite para ir estudando até o dia do embarque, use videos do Youtube, assista filmes com audio e legenda inglês, cante músicas e divirta-se 🙂

Não senti confiança em nenhuma agência

Isso é natural! Afinal sabemos que o mercado, em qualquer setor, exige atenção e estamos falando de uma viagem internacional, você precisa ter em mente que a empresa que você escolher deve ser honesta, mas acima de tudo ter o seu perfil, você precisa falar com o seu consultor e se sentir em casa, tirar suas dúvidas e saber exatamente aonde esta investindo.

Nós da 4U Study Intercâmbio estamos aqui para isso, identificar suas necessidades e ajudar você a alcançar seus sonhos, com base na Irlanda e no Brasil, com uma equipe 100% feita de intercambistas ou ex-intercambistas e o tempo todo focados em fazer o melhor para você.

E aproveitando tudo isso, esse mês de Abril tem promoção especial 🙂 Deixem de lado todos essas desculpas e embarque nessa com a gente, sem medo de ser feliz.

Para entrar em contato agora com a 4U STUDY e receber um contato dos nossos especialista, CLIQUE AQUI.

Aproveite para nos seguir no Facebook e no Instagram <3

Posso fazer intercâmbio com inglês básico?

By Featured, Vida de Intercambista, Estudar no Exterior

Quando você decide por realizar um intercâmbio, é preciso pensar no nível de conhecimento de inglês que você possui. É muito comum para alguns estudantes ficarem inseguros, por não terem o domínio do idioma. Por isso, nesse artigo vamos abordar como é possível realizar um intercâmbio com Inglês Básico.

Ter Inglês Básico em Intercâmbio é positivo ou negativo?

Inglês básico para fazer intercâmbio não deve ser considerado um impeditivo para fazer intercâmbio.

Existem várias modalidades de cursos disponíveis no intercâmbio, inclusive os que se destinam ao ensino do idioma para estrangeiros com nível básico, assim como nos demais níveis. Tudo dependerá do objetivo que você quer alcançar.

Mas saiba que possuir inglês básico contribui bastante para você se comunicar em situações do cotidiano: saudações, cumprimentos, fazer pedidos em lojas. Ao mesmo tempo que permite a você reconhecer e identificar elementos de orientação como placas, anúncios, informativos. Tudo isso vai te auxiliar a conviver de forma amigável com a comunidade local, reduzindo possibilidades de ter transtornos ao longo da viagem.

Quais os níveis de inglês?

Ter inglês básico é, obviamente, o primeiro nível que qualquer pessoa tem para continuar a se especializar em demais aprendizados e habilidades da língua.

Existem mais três níveis que são:

· Intermediário;

· Avançado;

· Fluente.

Chegar à fluência só acontece, de fato, após alguns anos de estudo e dedicação, como qualquer aprendizado mais profundo.

Escolas de idiomas no exterior fazem a composição de suas turmas de acordo com o nível de conhecimento do aluno. Assim você será incluído de forma adequada numa turma e terá o melhor aproveitamento possível.

Normalmente, ao se interessar por um intercâmbio, é ideal que o estudante faça uma avaliação de seu nível de conhecimento para conseguir identificar onde deverá ser inserido, caso seu objetivo seja o de estudar ou se aprimorar no idioma.

Ter nível básico impede o intercâmbio?

O inglês básico é apenas uma classificação de nível, que auxilia você a saber quais caminhos deve seguir para continuar aprendendo, até chegar ao domínio da língua.

Dessa forma, independe o nível em que você esteja enquadrado, isso não se torna um impedimento para o intercâmbio! Pois uma viagem como essa, entre outros aspectos, oferece a oportunidade de melhorar o aprendizado do idioma, com imersão total na cultura de um país falante do inglês.

Ao manter contato com o inglês no seu cotidiano, o aprendizado da língua tem muito mais chances de se tornar efetivo. Pois assim, você adquirirá uma carga maior de conhecimento por ter a necessidade de praticar em seu dia a dia os aprendizados adquiridos.

Ter contato diário com a língua é uma das melhores formas de conseguir maior aproveitamento no aprendizado.

Em quanto tempo acontecerá o aprendizado?

Tendo inglês básicoexiste uma grande chance de seus estudos se tornarem altamente produtivos. Pois você terá a possibilidade de exercitar seus conhecimentos de maneira intensa, sem se preocupar em sempre acertar, mas sim em praticar. É isso que levará você ao domínio da língua num futuro próximo.

Dessa forma, optar por um período de duração mais longo para fazer seu intercâmbio é o ideal para você, caso seu nível de inglês seja básico ou possua poucos conhecimentos da língua. A vantagem é que, nesses casos, minimiza-se os vícios de linguagem e o aprendizado se torna mais puro, sem influências de padrões de aprendizado no Brasil.

Ao ser exposto a condições reais da vida dos nativos, você terá a chance de utilizar vários meios para conseguir se fazer entender e aprender o mais da língua inglesa.

Nesse sentido, é interessante observar que o prazo necessário de duração do intercâmbio dependerá da dedicação e interesse do aluno, como em qualquer processo de aprendizagem.

Definir um tempo mínimo ou máximo está sempre relacionado a suas escolhas, não deve ser definido de forma conceitual e sim pelo avanço do seu conhecimento!

Sendo assim, o ideal é que você procure passar o período máximo de seu visto como estudante no seu país de escolha, e frequentar a maior quantidade de atividades possíveis para obter o máximo retorno dessa viagem.

Resumindo…

Como vimos nesse artigo sobre Inglês Básico, é perfeitamente possível fazer intercâmbio com poucos conhecimentos nessa língua. Inclusive, a tendência é obter resultados muito melhores do que teria ao fazer cursos convencionais no Brasil. Afinal, estando no país dos nativos na língua, você estará totalmente imerso no cotidiano do inglês. Dessa forma, você aprenderá o inglês melhor e mais rápido!

Se você deseja saber mais sobre cursos de inglês no intercâmbio e ficar por dentro desse universo, fale com a gente! Estamos aqui pra te ajudar a realizar esta conquista ;D

Curso no Intercambio: Melhor fechar com a escola ou a agência?

By Featured, Vida de Intercambista, Estudar no Exterior, Cursos para Jovens

Para realizar um curso no intercâmbio, é necessário decidir se deseja manter contato e fechar sua viagem com uma agência especializada ou com escolas de sua preferência.

Neste artigo, vamos abordar as vantagens e desvantagens de ambas as opções para tentar auxiliar na sua decisão.

Formas de realizar um Curso no Intercâmbio

Existem duas maneiras de realizar um curso no intercâmbio e ambas devem ser bem avaliadas, para que, dessa maneira, você determine com clareza a que mais lhe atende.

O estudante pode contratar uma agência para assessorá-lo e fornecer um resultado consistente. Sempre com base na experiência adquirida ao longo de sua atuação como prestadora de serviços na área de intercâmbio.

Nesse caso, todo o processo de intercâmbio é sugerido e conduzido pela agência, com obtenção de documentos e autorizações necessárias. Em algumas agências é cobrada uma taxa para realizar estas atividades. Mas, temos uma dica especial para você, com isenção de taxas.

Outra opção é realizar todo o processo de forma independente e com base em pesquisas e experiências pessoais ou de alunos que já tenham realizado um programa de intercâmbio, realizar o passo a passo de contratação do curso e obtenção dos documentos necessários. Vale ressaltar que a pessoa precisa saber se comunicar na língua que irá estudar para conseguir falar com a escola.

Neste caso, a pessoa estaria livre de remunerar uma empresa para realizar o planejamento e obtenção dos documentos para viabilizar seus estudos.

Prós e Contras

A definição sobre a forma de contratar um curso no intercâmbio dependerá muito da disponibilidade e possibilidades de o estudante ter uma maior possibilidade de pesquisar e manter contatos com instituições, assim como identificar as necessidades de cumprimento de exigências legais e documentais para a realização do intercâmbio.

Apresentaremos as vantagens e desvantagens de se usar ou não agências na condução de seu intercâmbio, visando dar respaldo à sua avaliação para realizar seu projeto, contratando ou não, uma agência.

Vantagens de fechar o curso no intercâmbio com as agências de intercâmbio

  • Contar com consultoria com experiência neste tipo de serviço;
  • Ter a possibilidade de recorrer a empresa para eventuais esclarecimentos ou situações não previstas;
  • Toda a negociação será feita pela agência;
  • Providenciará sua documentação e orientações sobre como agir no intercâmbio;
  • Sua negociação será realizada em território nacional;
  • Pode negociar a forma de pagamentos e a compra de passagens incluída no pacote de intercâmbio.

Desvantagens de fechar seu curso no intercâmbio com agências

  • Você será direcionado para o curso proposto pela agência, não tendo oportunidade de prospectar alternativas próprias, somente as oferecidas;
  • Terá de se submeter às regras tarifárias estabelecidas pela agência;
  • Terá de pagar pelos serviços prestados e isso deve ser considerado em seu orçamento de intercâmbio;
  • Não ter recorrido a agências autorizadas e sérias, podendo sofrer contra tempos. Recomenda-se pesquisar sobre a agência e avaliar sua reputação no mercado;
  • Mais chances de ter maior contato com outros brasileiros encaminhados pela agência;
  • Limitação de cursos no intercâmbio mais restritivos;
  • Limitar as alternativas de acomodações e coberturas de seguros.

Dicas importantes para um bom planejamento de curso no intercâmbio e avaliar se as agências irão atender essas premissas

Se for realizar um curso no intercâmbio por conta própria, o ideal é que faça testes entre escolas do local e veja aquela que mais se identifica com o modelo que você deseja, avaliando através da frequência a aulas se a instituição apresenta o estudo adequado a suas expectativas.

Caso opte por planejar sozinho seu intercâmbio, há riscos maiores, pois você não conhece bem o mercado daquele país estrangeiro, além de ser necessário pagar na moeda local.

Avalie a possibilidade de se inscrever em cursos de menor duração e faça opção por outros cursos durante sua estada.

Defina as melhores e mais econômicas datas para realizar seu curso.

Cuidado com assinaturas de contratos de prestação de serviços com a escola ou acomodações, tenha sempre muita atenção na leitura antes de assinar, ok?

Importante alertar que, muitas vezes, contar com uma agência é benéfico para estudantes sem experiência em intercâmbios, pois essas empresas possuem tais programas como seu negócio. Dessa maneira poderão evitar transtornos futuros.

Considerações finais sobre curso no intercâmbio

Vimos que para realizar um curso no intercâmbio, várias etapas devem ser consideradas para decidir o que é mais vantajoso, se fechar com uma agência ou diretamente com as escolas.

Nosso artigo teve como objetivo esclarecer as opções e suas particularidades. Agora você tem maior conhecimento para tomar a decisão que melhor se adapta ao seu perfil.

Quer saber mais sobre o intercâmbio? Então fale com a gente e receba informações precisas 😉