Category

Irlanda

Conheça o Induction Gay

By Irlanda, ComportamentoNo Comments

Induction Gay é uma iniciativa acolhedora da agência 4U Intercâmbio por meio dos consultores e também intercambistas Christian Albieri, Filipe Sarmento e Jéssica Rocha. 

No evento que acontece mensalmente na agência Dublin, são apresentados aos alunos, independente da sua orientação sexual, a história da aprovação do casamento entre pessoas do mesmo sexo na Irlanda e o que isso proporcionou positivamente para a comunidade LGBTQ+ dentro do país. 

Os consultores discorrem sobre como os intercambistas terão liberdade e segurança para expressarem sua sexualidade e além disso, é explicado sobre a *Helpline que dá suporte, orienta e acolhe membros da comunidade LGBTQ+ e também seus familiares.

Outro ponto importante esclarecido por meio de um bate-papo durante o Induction Gay é como a comunidade LGBTQ+ está inserida dentro da cultura irlandesa, apresentando o lifestyle no país, bem como a história da Parada do Orgulho LGBTQ+ na Irlanda e o que eles podem esperar desse grande evento anual.

Após a introdução e o bate-papo na base irlandesa da agência, os consultores e participantes saem pelas ruas de Dublin. Durante o tour os alunos e agregados são levados para conhecer os principais locais, pubs e baladas direcionados à comunidade LGBTQ+ e também os que são *Gay Friendly. 

A proposta desse dia especial é que seja um bate papo informal, descontraído e divertido, característica da personalidade das pessoas LGBTQ+, fazendo-os se sentirem acolhidos, representados e protegidos. Inclusive, o objetivo é que o Induction Gay seja a porta aberta do armário de alguns, que ainda podem estar “escondidos”, seja por medo ou talvez não entender ainda o que são como pessoas.

*Simpatizante LGBTQ+  é um termo usado para referir-se a lugares, políticas, pessoas ou instituições que procuram ativamente a criação de um ambiente confortável para as pessoas LGBTQ+

* Diferentes formas de ajudar as pessoas de uma determinada comunidade.

Faça faculdade na Irlanda

By Irlanda, Programas, Estudar no ExteriorNo Comments

Já pensou em fazer uma faculdade na Irlanda e e ainda aumentar sua visibilidade no mercado de trabalho? No país é permitido estudar inglês por até 2 anos, depois disso apenas um curso acima do nível 7, o que entra cursos de bacharelado.

Hoje, a 4U Study Intercâmbio quer te apresentar a Dorset College, uma instituição com mais de 35 anos de experiência, onde ex-aluno 4U paga valor de curso para Europeu e 50.00 euros de desconto no ato da matricula.

Veja abaixo algumas opções de curso:

 

Bacharelado em Negócios Internacionais

(Full-time, nível 8, 1 ano de duração) Valor:€ 4500,00 (Desconto de 50 euros para ex-alunos 4U Study Intercâmbio). Início em Janeiro ou Setembro.

O curso é de nível 8, tem duração e tem a duração de 1 ano. O aluno receberá o Stamp-2 pelo período do curso e poderá solicitar o visto 1G após a conclusão por até 1 ano, onde ele será autorizado a trabalhar 40 horas.

Profissionais formados podem assumir o cargo de: Gerente de Marketing, Gerente de Projetos, Executivo de Marketing, Consultor de Negócios, Gerente de Logística, Especialista em Mídias Sociais, Analista Estratégico ou um Analista Financeiro).

Lista de documentos:

  • Ficha de inscrição
  • Passaporte
  • GNIB
  • Certificado de inglês (comprovando no mínimo o nível de inglês B2 – intermediário-avançado, mas a escola poderá solicitar entrevista presencial).
  • Certificado de Conclusão e Histórico Escolar de Ensino Superior em área compatível ao curso (Para alunos que não tenham ensino superior compatível, será necessária a apresentação de um currículo que comprove ao menos 3 anos de experiência na área de gestão, supervisão ou gerência).

Bacharelado em Administração

(Full-time, nível 7, 3 anos de duração) Valor:€4200.00 (primeira anuidade). Desconto de 50 euros para alunos 4U Study. Início em Fevereiro ou Setembro.

O curso é de nível 7, com duração total de 3 anos. O aluno receberá o Stamp-2 pelo período do curso e poderá solicitar o visto 1G após a conclusão por até 6 meses, onde ele será autorizado a trabalhar 40 horas.

Profissionais formados podem assumir o cargos de: Executivo de Contabilidade, Executivo de Marketing, Gerente Trainee, Administrador de Projetos, Administrador de Negócios, Assistente de Suporte de TI, Administrador de RH, Administrador Financeiro.

Lista de documentos:

  • Ficha de inscrição
  • Passaporte
  • GNIB
  • Certificado de inglês (comprovando no mínimo o nível de inglês B2 – intermediário-avançado, mas a escola poderá solicitar entrevista presencial)
  • Histórico Escolar de Ensino Médio.

 

Bacharelado em Ciência da Computação e Multimídia 

(Full-time, nível 7, 3 anos de duração). Valor:€4200.00 (primeira anuidade). Desconto de 50 euros para alunos 4U Study. Início em Fevereiro ou Setembro.

O curso é de nível 7, com duração total de 3 anos. O aluno receberá o Stamp-2 pelo período do curso e poderá solicitar o visto 1G após a conclusão por até 6 meses, onde ele será autorizado a trabalhar 40 horas.

Profissionais formados podem assumir de: Desenvolvedor de Jogos, Web Designer, Designer Gráfico, Diretor de Arte, Programado ou Animador 3D.

Lista de documentos:

  • Ficha de inscrição
  • Passaporte
  • GNIB
  • Certificado de inglês (comprovando no mínimo o nível de inglês B2 – intermediário-avançado, mas a escola poderá solicitar entrevista presencial)
  • Histórico Escolar de Ensino Médio

(Picture: Lafayette Photography)

Formas de pagamento:

  • Método facilitado com entrada de 500 + saldo em euros pago até 30 dias antes do início do curso.
  • Parcelamento em reais em até 12 vezes no cartão de crédito (juros aplicados)
  • Parcelamento em reais em até 12 vezes no boleto bancário (juros aplicados), com data de vencimento do último boleto com até 30 dias antes do início do curso.

Esse é o seu momento e principalmente, da sua carreira. Caso tenha dúvidas fale diretamente com um dos nossos consultores e aproveite nossas promoções, CLIQUE AQUI para receber um contato.

Consultor 4U realizando um sonho: Renan Guimarães

By Irlanda, Comportamento, Vida de IntercambistaNo Comments

Olá futuro intercambista!

Meu nome é Renan Guimarães, tenho 28 anos, sou natural do Rio Grande do Sul e moro em Dublin desde fevereiro de 2017, um verdadeiro sonho viver aqui.  Sou formando em engenharia elétrica desde 2015 e decidi fazer meu intercâmbio em um país com a língua inglesa como idioma oficial para finalmente adquirir fluência no idioma para voltar ao Brasil (ou não) com confiança suficiente para participar de qualquer tipo de entrevistas de emprego na minha área de formação.

Após muito tempo de programação resolvi finalmente realizar esse antigo SONHO, então depois de ter juntado a primeira parte do dinheiro total do intercâmbio, entrei em contato com algumas agências de intercâmbio para já dar entrada no programa. Resolvi contratar uma agência de intercâmbio pois eu sabia que além de sair mais barato do que fechar diretamente com a escola, eu teria suporte para tudo o que eu precisasse.

Sobre os destinos disponíveis, já que eu gostaria de trabalhar durante meus estudos, fiquei na época em dúvida sobre Austrália e Irlanda. Depois de muito pesquisar, dois pontos foram cruciais para a minha decisão: valor da comprovação financeira e viabilidade de viajar durante o período do intercâmbio.

Escolhi a Irlanda com o intuito de aprender Inglês, trabalhar e viajar bastante gastando pouco.

Com relação às agências, depois de muito atendimento “robotizado”, fui indicado por uma amiga que já morava em Dublin para entrar em contato com a Carolina Cruz, uma das sócias da 4U STUDY que estava sendo fundada aqui. Desde o meu primeiro contato com a Carol, tive o melhor e mais sincero atendimento de todos, tanto é que não levei em conta apenas o lado financeiro, mas sim toda a confiança e conhecimento que ela me transmitiu via ligação/WhatsApp.

Depois de 6 meses que fechei meu intercâmbio, já com os Euros comprados (VTM), com as passagens e toda a documentação necessária em mãos, embarquei nessa que seria a viagem mais importante da minha vida!

Deixei para trás minha família, meus amigos, meu início de carreira na minha área de formação e obviamente minha zona de conforto, porém como eu estava indo atrás do meu antigo SONHO, eu sabia que realmente valeria à pena.

 

E depois de tanto planejamento, finalmente comecei meu intercâmbio

Cheguei em Dublin dia 01/02/2017, com uma vontade imensa de viver intensamente meu programa de intercâmbio sem pensar muito em tudo o que eu tinha deixado no Brasil.  A partir de março de 2017, recebi um convite para trabalhar ao lado da minha consultora e grande amiga Carol, devido a várias indicações que eu havia feito à agência por conta de realmente ter gostado da forma como eles tratam os clientes e funcionários da empresa. Desde então, comecei a seguir os seus passos com intuito de ajudar o maior número de pessoas que também sonham em sair do Brasil para aprender Inglês e que também sonham em viver uma vida completamente diferente aqui na Europa.

Para não ficar muito extenso, a minha vida aqui tem se resumido em: Estudar Inglês durante as aulas na IBAT College (onde sempre estudei); trabalhar na agência (4U STUDY) durante meu expediente; ajudar a galera que pretende vir, administrando alguns grupos de WhatsApp (+353838761644 caso queiram participar 😉) e elaborando alguns vídeos para meu antigo canal do YouTube (@reclamaqui)… e obviamente, viajando muito como podem perceber nos highlights do meu Instagram @renan4ustudy.

Atualmente estou na minha segunda renovação de visto e pretendo ficar por pelo menos mais dois anos, sendo 1 ano curso uma pós-graduação e outro ano com visto para trabalhar full-time.

O que está esperando para fazer teu intercâmbio também? Como posso te ajudar? Entre em contato conosco que estaremos por aqui para aqui para ajuda-lo da melhor maneira possível a também realizar esse grande SONHO de estudar/morar fora do Brasil, para que teu intercâmbio também seja um sucesso!

Aproveite e faça seu cadastro AQUI para que possamos conversar melhor sobre a realização do seu sonho, garanto que você não vai se arrepender.

Grande abraço, nos vemos por aí 😉

Carta Convite para a Irlanda

By Irlanda, DocumentaçãoNo Comments

Quando se mora em outro país, é natural que familiares e amigos fiquem ansiosos para nos visitar, mas devemos nos atentar a alguns detalhes durante um intercâmbio, e um dos pontos obrigatórios para receber uma visita na Irlanda é a famosa carta-convite, ou invitation letter.

Mas afinal, o que é a carta convite?

invitation letter ou carta convite nada mais é que um documento que irá comprovar para a imigração que os recém-chegados (suas visitas) tenham um local para ficar enquanto estiverem no país. Mas lembre-se que não recomendamos que estudantes façam essa carta, afinal, por lei estudantes não podem ter dependentes no país e isso pode causar um probleminha na imigração (ou não!).

Caso não se sinta confortável para escrever a carta convite, peça para que seus amigos ou familiares façam uma reserva em um hotel ou AIRBNB, qualquer comprovação que eles possuem um local para ficar é válida para entrar no país.

Mas vamos a parte prática!

A carta deve ser escrita em inglês e deve ser apresentada no momento que a pessoa chegar ao aeroporto na Irlanda. Ela pode ser escrita no computador ou de próprio punho, no entanto, é necessário imprimir (quando for digital), assinar e colocar a data corretamente. O documento deve conter informações como:

  • nome completo da pessoa que te visitará;
  • data de nascimento;
  • documentos de identificação;
  • período de estadia;
  • telefone de contato;
  • situação no país (turista, por exemplo);
  • descrição de quem pagará as despesas da viagem e como vocês se conheceram (no caso de amigos);

Você também precisará inserir seus dados, caso a imigração queira confirmar algum ítem. Quanto mais informação, melhor. Você pode colocar a data que você chegou na Irlanda, seu endereço e documentação pessoal.

Anexar à carta as cópias de seus documentos mencionados acima também é uma ótima idéia. Depois de colocar tudo, é só assinar, escanear e enviar para a pessoa que te visitará. Ela deve imprimir e estar com este registro em mãos quando passar pela imigração.

Modelo de carta convite

Letter of Invitation

Dublin – March 23th, 2018

For “João da Silva” – nome completo da pessoa que irá te visitar (igual ao do passaporte)

Dear Sir/Ma’am,

João da Silva, holder of the Brazilian passport number XXXXXXXX‏, who I worked in São Paulo – Brazil for 10 years, has been invited by myself, (name), to visit my home in Dublin – Ireland (endereço), where I have been living since October of 2015. He is coming to Ireland from (data de chegada) until (data de saída) to visit me as a tourist and we are going to visit some countries in Europe during this time as France (Paris) and England (London).

I would like to highlight that Mr. João can fully support himself financially while he will be here. Besides this letter of invitation, I am attaching copies of my documents which state my regular visa status in Ireland. Also, you can find my personal contacts below:

Name:

Nationality:

Passport number:

GNIB Card number:

GNIB Expiration date:

PPS number:

Mobile:

Thank you in advance,

Sincerely,

Seu nome completo
Sua assinatura

E  é isso, se você vai receber alguém na Irlanda ou irá fazer uma visita, lembre-se que a carta convite ou reserva em hotel, é indispensável.

Se a carta convite não era bem o que você procurava e de repente você quer saber sobre outros documentos para o intercâmbio, leia um pouco mais AQUI

Como procurar emprego na Irlanda?

By Irlanda, Trabalho

Se tem uma coisa que preocupa o intercambista de cursos longos é a hora de procurar emprego. Não importa qual o seu principal objetivo, aprender inglês, juntar dinheiro, vivenciar uma nova cultura ou descobrir uma nova profissão, emprego sempre se tornar prioridade, por isso descobrir como procurar emprego na Irlanda é essencial para obter sucesso (mais rápido). Algumas formas são melhores do que as outras, encontre a que mais se encaixa ao seu perfil e boa sorte.

 

Use o LinkedIn ao seu favor

Se no Brasil o LinkedIn é uma ferramenta pouco usada por recrutadores, já na maior parte da Europa e dos EUA ele é essencial. Use-o caso você tenha o objetivo de procurar emprego na sua área de formação, como na saúde, tecnologia, administração, marketing, etc. Lembre-se de deixar seu perfil inglês e fazer uma boa revisão, além disso convide seus colegas para fazer indicações sobre seu trabalho, faça boas conexões e coloque uma foto no perfil bem profissional.

 

Indicações

Ter aquele famoso Q.I (quem indica) facilita e muito na hora de conseguir um trabalho em qualquer lugar do Mundo, para aumentar suas chances aumente o seu networking, conte para todos que esta procurando emprego, faça amizades e não tenha medo de dizer o que procura e precisa. Na maioria dos lugares as comunidades brasileiras são bem fortes e isso, com certeza, é um ponto positivo.

 

Porta-a-porta

Sim, entregar currículos pessoalmente é muito efetivo, mas para otimizar essa tarefa e ter chances de receber mais retornos, reforçamos:

  • Vá até o estabelecimento com a roupa que condiz ao local, ou seja, se a é uma loja de moda, vista-se adequadamente (sem exageros), se estamos falando de um pub, restaurante ou mercado, use roupa preta, unhas curtas e limpas.
  • Peça para falar diretamente com o gerente, normalmente atendentes vão jogar seu CV no lixo na primeira oportunidade.
  • Faça um currículo de acordo com a vaga. Não adianta colocar que você era gerente de vendas, se está procurando algo como assistente de cozinha, eles podem simplesmente dizer não por achar que você é muito qualificado para o emprego.
  • Mesmo que não existam vagas abertas, volte ao local pelo menos 3x, acredite eles vão lembrar de você.
  • Faça cursos no país para áreas gerais como barista, cozinha, segurança, primeiros-socorros, isso vai dar o UP que você precisa no seu currículo na hora de procurar emprego.

 

Faça voluntariado e estágios não-remunerados

Use suas horas vagas, mesmo que uma vez por semana, para se envolver em alguma ação de caridade. Você pode procurar esse tipo de trabalho nos centros de voluntariado, brechós, casas de repouso, centro de assistência para moradores de rua, etc. Além de aumentar sua rede de contatos, voluntariados agregam muito no seu currículo, seja no exterior ou no Brasil.

 

Sites de empregos

E por último, mas não menos importante temos os famosinhos sites de emprego. Para que você obtenha um retorno positivo é preciso pesquisar muito, muito mesmo e enviar pelo menos 50 currículos por dia. Os principais da Irlanda são Jobs.ie e indeed.ie. Você também pode procurar diretamente nos sites ou redes sociais da empresa / local de sua preferencia, normalmente existe a divulgação de vagas por lá.

 

Se quer estudar e trabalhar na Irlanda também ou descobrir onde você pode fazer isso, venha falar com a gente AQUI.

Tudo o que você precisa saber sobre seguro-saúde para Intercâmbio na Irlanda

By Irlanda, Imigração, Custo de Vida

Quando se realiza um intercâmbio na Irlanda é necessário atentar para algumas exigências feitas pelas autoridades locais. Tais exigências devem ser cumpridas para evitar transtornos ao entrar no país. Neste artigo, vamos abordar sobre o seguro governamental irlandês: o que é, como funciona e o que cobre. Assim você não vai ter dúvidas sobre as exigências das autoridades locais.

Como funciona o sistema de saúde na Irlanda

Várias são as preocupações para quem quer realizar um intercâmbio na Irlanda, entre elas podem ser relacionados:

Porém, para fazer um intercâmbio na Irlanda com tranquilidade, é necessário se atentar às exigências e regras do sistema de saúde do país. Isso é necessário para evitar até problemas em casos de imprevisto e também para atender às exigências de imigração.

Existem quatro formas de atendimento possíveis:

  • Casos de indisposições: a pessoa pode se dirigir a um farmacêutico, que poderá indicar um determinado medicamento;
  • Consultas de urgência sem uso de plano de saúde: realizadas em hospitais, pagando o valor da consulta; nesse valor podem estar incluídos alguns exames, dependendo da instituição;
  • Plano de saúde contratado no Brasil: deve ser avaliado se é aceito na Irlanda, conforme estabelecido pelo Irish Naturalisation and Immigration Service;
  • Medical Card: fornecido a cidadãos europeus desempregados e que não tenham como pagar pelas despesas médicas.

Exigência de seguro governamental para realizar o intercâmbio na Irlanda

Primeiramente, para fazer intercâmbio na Irlanda é necessário tirar o visto estudantil. Para quem deseja permanecer mais de 90 dias no país, devido à duração do curso, é necessária a contratação de um seguro-saúde do país.

Essa exigência passou a vigorar após alterações em regras de imigração no ano de 2011. Desse modo, instituindo o seguro governamental, com um custo menor e que atende aos estudantes em processo de intercâmbio.

Por ser mais restrito quanto à sua cobertura é necessário ficar atento, por cobrir basicamente atendimentos de emergências. Porém não contempla tratamentos eventuais a ser realizados.

Esse seguro cobre somente atendimentos na Irlanda. Dessa maneira, caso o estudante visite outros países, deve contratar um seguro específico adicional, permitindo maior abrangência.

Para casos de intercâmbio na Irlanda com duração menor que três meses, não é obrigatório contratar o seguro governamental. No entanto, é exigida apresentação de um outro seguro-saúde.

Diferenças entre seguro governamental, privado e seguro viagem

Para realizar um intercâmbio na Irlanda, ou até mesmo uma viagem de lazer no exterior, é exigido que se contrate um seguro-saúde que tenha vigência no País ou países de destino.

  • Seguro Governamental: vigora somente dentro da Irlanda, para atendimento em hospitais públicos do País. Em casos graves como acidentes, infartos, AVC etc., pode ser adquirido diretamente junto à escola em que realizará o curso, com validade de oito meses, com custo aproximado de 150 – ou R$ 600;
  • Seguro Privado: funciona como um convênio médico, tendo maior cobertura que o seguro governamental, sendo indicado para quem residirá na Irlanda. Deve ser contratado junto à seguradora que funcione no país. Tem validade anual e custo aproximado de 750 – ou R$ 3.000;
  • Seguro Viagem: é bastante comum e pode ser adquirido quando o estudante quiser viajar por um curto período de tempo.

Seja qual for o objetivo da viagem, a necessidade de se contratar um seguro é legal e providencial para evitar contratempos.

O que aprendemos sobre seguro-saúde na Irlanda

Como vimos o intercâmbio na Irlanda, assim como qualquer tipo de viagem internacional, deve ter a cobertura de um seguro para auxiliar e dar conforto e segurança ao viajante. O diferencial é que passa a ser uma exigência para quem é intercambista.

Para saber mais sobre intercâmbio na Irlanda, fale com a 4U Study!

O que levar na minha bagagem para intercâmbio na Irlanda?

By Irlanda, Destinos, Comportamento, Imigração

O que podemos levar como bagagem para intercâmbio na Irlanda sem corrermos o risco de passar por apuros ao chegarmos no Brasil? Neste artigo, vamos falar sobre o que podemos levar nas malas e o que podemos comprar para trazer ao Brasil. Claro, sem cometer irregularidades! Acompanhe.

Limites de peso e volumes

O caso de bagagem para intercâmbio, como qualquer outro, deve atender a definições estabelecidas pela companhia de aviação e determinações de órgãos de fiscalização.

Sua bagagem faz parte de todo o processo de realização do intercâmbio e, dessa forma, não há como se descuidar em transitar com alguma coisa que não seja permitida.

Assim, algumas precauções devem ser adotadas para não correr riscos, tais como:

  • Limite de malas e pesos – regulados pela Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) que define a quantidade máxima de despacho e bagagens de mão, assim como estabelece suas dimensões máximas.
    Atualmente são permitidos despachar duas malas de 32 Kg, cada uma, essas regras valem tanto para voos de partidas e chegadas ao Brasil e as condições sempre devem ser definidas pelo país de onde os voos se originam.As bagagens de mão devem ter tamanho que permita ser acomodadas nos compartimentos específicos dentro da cabine. As dimensões são definidas por cada companhia aérea, considerando os limites definidos pela ANAC.Bom lembrar que é proibido embarque nas bagagens de mão com materiais cortantes, ferramentas e líquidos em embalagens acima de um litro.
  • Relacione os itens que vai levar – essa é uma dica importante para não esquecer de coisas importantes e que usará no local de destino.
    Defina com precisão a quantidade de roupas mais propícias a ser usadas durante sua estada; caso contrário, pode acabar levando roupas inapropriadas e só ocupar espaço na bagagem;
  • Avalie a possibilidade de comprar itens locais – assim, você conseguirá reduzir a quantidade de itens que levará.
    Normalmente, itens básicos de higiene e roupas podem ser bem em conta em países estrangeiros.

Essas são algumas dicas básicas para auxiliar a compor sua bagagem e não levar em excesso itens que não usará.

Transportando medicamentos de uso contínuo

Para compor uma bagagem para intercâmbio adequada, é interessante observar os cuidados com medicamentos de uso contínuo.

  • Mantenha os medicamentos nas embalagens originais, para facilitar a fiscalização;
  • Receita médica correspondente aos medicamentos usados, sendo o ideal ter receita em inglês com o nome completo;
  • Caso sua estada seja superior a três meses e já possua todo o medicamento para o período deve declarar isso a imigração;
  • Nunca embarque com medicamentos em quantidades superiores ao período de sua estada no país, para não haver questionamentos pela imigração;
  • Sempre que possível não despache os medicamentos para evitar riscos de extravios, desde que sejam em pequena quantidade.

Precauções no retorno ao Brasil

O retorno ao Brasil deve ser bastante criterioso quanto à sua bagagem para que sua bagagem não seja tributada de forma indevida.

Alguns itens são isentos de tributação e deve ocorrer bastante cuidado para evitar transtornos.

Livros, jornais, revistas e itens de consumo pessoal que estejam reingressando no país. Roupas, acessórios, perfumes, também não sofrem tributação.

No entanto alguns itens não são isentos como notebooks, celulares e filmadoras, desde que não sejam usados, comprovando que eram da pessoa.

Limites de valores e declaração de bens

Sua bagagem deve considerar os limites globais de compras no exterior de US$ 500,00 – cerca de   R$ 2.000.

Se esse valor for excedido, ocorrerá multa e tributação.

Dentro dos limites estabelecidos, é permitido adquirir alguns itens e com definições de quantidades limitadas por pessoa:

  • Roupas e sapatos;
  • Câmera filmadora;
  • Equipamentos e lentes fotográficas;
  • Vídeo game, notebooks e equipamentos eletrônicos;
  • Relógio;
  • Bebidas, cigarros e cosméticos;
  • Lembranças e presentes.

Comprovações de compras no exterior

As comprovações de compras no exterior são realizadas através de documentos fiscais idôneos e da DBA – Declaração de Bagagem Acompanhada. Só assim estará devidamente comprovada a legalidade de suas compras junto às autoridades aduaneiras.

O que achou de conhecer um pouco mais a respeito da bagagem para intercâmbio na Irlanda?

Para saber muito mais sobre intercâmbio, fale com a gente!

Qual é o custo de vida para um intercâmbio na Irlanda?

By Irlanda, Destinos, Trabalho, Estudar no Exterior, Custo de Vida

Uma grande preocupação para quem faz um intercâmbio na Irlanda está relacionada ao custo de vida no país. Muitas vezes, intercambistas embarcam numa viagem pelo mundo sem conhecer a rotina (e os custos de vida) do país. Para evitar esse problema é necessário se informar!

Neste artigo, vamos falar sobre o custo de vida na Irlanda sob diversos aspectos. Assim você poderá entender e avaliar a realidade que vai encontrar.

Custo de vida na Irlanda

Ao fazer intercâmbio na Irlanda, surge a necessidade de identificar os valores relacionados ao custo de vida local, para poder se preparar adequadamente. Dessa forma é possível planejar e avaliar qual valor precisará para se manter no exterior.

A Irlanda é um país europeu que apresenta um custos de vida considerável. Porém, a Irlanda apresenta grande oferta de empregos, o que a torna um destino muito procurado por quem deseja estudar e trabalhar. Obter uma ocupação profissional pode auxiliar bastante em sua estada no país, complementando sua renda.

O custo é variável de acordo com a região e cidade. Dublin, por exemplo, é a capital irlandesa e também a mais cara localidade. Entretanto, é a região com maior ofertas em emprego, o que acaba compensando o aumento nos custos de vida. Como alternativa, viver em outros locais da Irlanda pode ser uma boa ideia para reduzir custos.

Para ir se preparando, veja quais são os custos básicos de estada na Irlanda:

  • Habitação
  • Transportes
  • Alimentação
  • Turismo
  • Lazer
  • Comunicação

Para cada um desses itens podem ser realizados orçamentos semanais ou mensais. O objetivo deve ser facilitar inclusive a avaliação sobre a viabilidade de salários negociados suportarem esses gastos.

Características de custos básicos na Irlanda

Para se ter um bom intercâmbio na Irlanda é necessário conhecer como funcionam os custos básicos no País. Isso poderá orientar você a usar alternativas mais econômicas e até gratuitas.

  • Habitação

Em Dublin, os aluguéis são bastante altos, acima de € 1.500 – cerca de R$ 6 mil. É muito comum dividir aluguéis entre outros estudantes, para baratear o custo de moradia no exterior. Morando fora do centro, os valores começam a baixar, como em qualquer cidade — muitas vezes, é possível conseguir uma redução acima de 40% nos valores encontrados nestas regiões, em relação ao centro.

Deve se levar em conta ainda que terá de considerar os custos com luz e gás, que em países frios acabam representando um valor relevante, em relação ao custo total de moradia.

Pesquise bastante e veja ofertas de vagas que possam atender suas necessidades.

  • Transportes

As cidades têm boa estrutura de transporte público e, dependendo de onde você esteja residindo, a opção de se locomover a pé é bastante interessante.

Com muita segurança e condições de estrutura excelentes das ruas, com boa sinalização e arborização. Assim, é possível caminhar de forma tranquila e com bastante rapidez, facilitando os deslocamentos.

Os preços dos transportes são bastante altos na Irlanda, mas há opções alternativas, como o aluguel ou até mesmo a compra de uma bicicleta. Uma solução para economizar nos deslocamentos e ao mesmo tempo fazer exercícios físicos.

A Irlanda oferece opções de transporte coletivos como ônibus, bonde elétrico e trens. O custo está relacionado ao trajeto realizado e tipo de transporte escolhido.

Existe uma identificação denominada student leap card, ou seja, a carteira de estudante, que lhe dá condições de acesso a ônibus pagando uma tarifa semanal mais barata que a passagem convencional, e ainda garante descontos em farmácia, em rede de fast food etc.

  • Alimentação

Sair para comer fora é muito caro, então privilegie a compra de comida em supermercados e para preparar em casa, assim você economizará bastante.

Aproveite as promoções em mercados e faça suas compras, dentro de seu orçamento, para não passar sufoco!

  • Comunicação

Este é um ponto importante, pois para usar seu WhatsApp ou Skype você terá de ter internet em sua residência. A boa notícia é que pacotes de internet podem ser contratados por preços bem baixos.

Lazer

Já que ninguém é de ferro, o lazer é importante para ser considerado em seu orçamento para o intercâmbio na Irlanda. Contudo, escolha bem os locais de lazer, pois os custos são elevados par algumas opções. Assim, deve cuidar de avaliar o quanto pode gastar.

Priorize locais públicos como parques, museus, espaços culturais, onde normalmente são gratuitos e que vão te distrair bastante.

Qual o salário ideal para viver na Irlanda

Na Irlanda, em primeiro lugar, deve-se ter em mente, que o estudante precisa ter um aporte financeiro de 3 mil euros. Resolvido isso, o salário mínimo permite viver com conforto e sem apertos… Claro, se você tiver controle sobre seu orçamento.

É possível realizar um intercâmbio na Irlanda com bastante economia e sem passar apertos, fazendo um bom planejamento e definindo um orçamento adequado e que seja cumprido.

O ideal é conciliar seus estudos com um emprego para auxiliar a bancar sua estada com mais tranquilidade.

Afinal, o que aprendemos?

Como vimos, o intercâmbio na Irlanda não deve se tornar uma dor de cabeça, envolvendo custos excessivos. Se você se organizar e for determinado a aproveitar o máximo de uma cultura diferente vai se dar muito bem e gastando um preço justo.

Está interessado no intercâmbio para a Irlanda, então fale com a gente!