Category

Custo de Vida

Tudo o que você precisa saber sobre seguro-saúde para Intercâmbio na Irlanda

By Custo de Vida, Imigração, Irlanda

Quando se realiza um intercâmbio na Irlanda é necessário atentar para algumas exigências feitas pelas autoridades locais. Tais exigências devem ser cumpridas para evitar transtornos ao entrar no país. Neste artigo, vamos abordar sobre o seguro governamental irlandês: o que é, como funciona e o que cobre. Assim você não vai ter dúvidas sobre as exigências das autoridades locais.

Como funciona o sistema de saúde na Irlanda

Várias são as preocupações para quem quer realizar um intercâmbio na Irlanda, entre elas podem ser relacionados:

Porém, para fazer um intercâmbio na Irlanda com tranquilidade, é necessário se atentar às exigências e regras do sistema de saúde do país. Isso é necessário para evitar até problemas em casos de imprevisto e também para atender às exigências de imigração.

Existem quatro formas de atendimento possíveis:

  • Casos de indisposições: a pessoa pode se dirigir a um farmacêutico, que poderá indicar um determinado medicamento;
  • Consultas de urgência sem uso de plano de saúde: realizadas em hospitais, pagando o valor da consulta; nesse valor podem estar incluídos alguns exames, dependendo da instituição;
  • Plano de saúde contratado no Brasil: deve ser avaliado se é aceito na Irlanda, conforme estabelecido pelo Irish Naturalisation and Immigration Service;
  • Medical Card: fornecido a cidadãos europeus desempregados e que não tenham como pagar pelas despesas médicas.

Exigência de seguro governamental para realizar o intercâmbio na Irlanda

Primeiramente, para fazer intercâmbio na Irlanda é necessário tirar o visto estudantil. Para quem deseja permanecer mais de 90 dias no país, devido à duração do curso, é necessária a contratação de um seguro-saúde do país.

Essa exigência passou a vigorar após alterações em regras de imigração no ano de 2011. Desse modo, instituindo o seguro governamental, com um custo menor e que atende aos estudantes em processo de intercâmbio.

Por ser mais restrito quanto à sua cobertura é necessário ficar atento, por cobrir basicamente atendimentos de emergências. Porém não contempla tratamentos eventuais a ser realizados.

Esse seguro cobre somente atendimentos na Irlanda. Dessa maneira, caso o estudante visite outros países, deve contratar um seguro específico adicional, permitindo maior abrangência.

Para casos de intercâmbio na Irlanda com duração menor que três meses, não é obrigatório contratar o seguro governamental. No entanto, é exigida apresentação de um outro seguro-saúde.

Diferenças entre seguro governamental, privado e seguro viagem

Para realizar um intercâmbio na Irlanda, ou até mesmo uma viagem de lazer no exterior, é exigido que se contrate um seguro-saúde que tenha vigência no País ou países de destino.

  • Seguro Governamental: vigora somente dentro da Irlanda, para atendimento em hospitais públicos do País. Em casos graves como acidentes, infartos, AVC etc., pode ser adquirido diretamente junto à escola em que realizará o curso, com validade de oito meses, com custo aproximado de 150 – ou R$ 600;
  • Seguro Privado: funciona como um convênio médico, tendo maior cobertura que o seguro governamental, sendo indicado para quem residirá na Irlanda. Deve ser contratado junto à seguradora que funcione no país. Tem validade anual e custo aproximado de 750 – ou R$ 3.000;
  • Seguro Viagem: é bastante comum e pode ser adquirido quando o estudante quiser viajar por um curto período de tempo.

Seja qual for o objetivo da viagem, a necessidade de se contratar um seguro é legal e providencial para evitar contratempos.

O que aprendemos sobre seguro-saúde na Irlanda

Como vimos o intercâmbio na Irlanda, assim como qualquer tipo de viagem internacional, deve ter a cobertura de um seguro para auxiliar e dar conforto e segurança ao viajante. O diferencial é que passa a ser uma exigência para quem é intercambista.

Para saber mais sobre intercâmbio na Irlanda, fale com a 4U Study!

Qual é o custo de vida para um intercâmbio na Irlanda?

By Custo de Vida, Destinos, Estudar no Exterior, Irlanda, Trabalho

Uma grande preocupação para quem faz um intercâmbio na Irlanda está relacionada ao custo de vida no país. Muitas vezes, intercambistas embarcam numa viagem pelo mundo sem conhecer a rotina (e os custos de vida) do país. Para evitar esse problema é necessário se informar!

Neste artigo, vamos falar sobre o custo de vida na Irlanda sob diversos aspectos. Assim você poderá entender e avaliar a realidade que vai encontrar.

Custo de vida na Irlanda

Ao fazer intercâmbio na Irlanda, surge a necessidade de identificar os valores relacionados ao custo de vida local, para poder se preparar adequadamente. Dessa forma é possível planejar e avaliar qual valor precisará para se manter no exterior.

A Irlanda é um país europeu que apresenta um custos de vida considerável. Porém, a Irlanda apresenta grande oferta de empregos, o que a torna um destino muito procurado por quem deseja estudar e trabalhar. Obter uma ocupação profissional pode auxiliar bastante em sua estada no país, complementando sua renda.

O custo é variável de acordo com a região e cidade. Dublin, por exemplo, é a capital irlandesa e também a mais cara localidade. Entretanto, é a região com maior ofertas em emprego, o que acaba compensando o aumento nos custos de vida. Como alternativa, viver em outros locais da Irlanda pode ser uma boa ideia para reduzir custos.

Para ir se preparando, veja quais são os custos básicos de estada na Irlanda:

  • Habitação
  • Transportes
  • Alimentação
  • Turismo
  • Lazer
  • Comunicação

Para cada um desses itens podem ser realizados orçamentos semanais ou mensais. O objetivo deve ser facilitar inclusive a avaliação sobre a viabilidade de salários negociados suportarem esses gastos.

Características de custos básicos na Irlanda

Para se ter um bom intercâmbio na Irlanda é necessário conhecer como funcionam os custos básicos no País. Isso poderá orientar você a usar alternativas mais econômicas e até gratuitas.

  • Habitação

Em Dublin, os aluguéis são bastante altos, acima de € 1.500 – cerca de R$ 6 mil. É muito comum dividir aluguéis entre outros estudantes, para baratear o custo de moradia no exterior. Morando fora do centro, os valores começam a baixar, como em qualquer cidade — muitas vezes, é possível conseguir uma redução acima de 40% nos valores encontrados nestas regiões, em relação ao centro.

Deve se levar em conta ainda que terá de considerar os custos com luz e gás, que em países frios acabam representando um valor relevante, em relação ao custo total de moradia.

Pesquise bastante e veja ofertas de vagas que possam atender suas necessidades.

  • Transportes

As cidades têm boa estrutura de transporte público e, dependendo de onde você esteja residindo, a opção de se locomover a pé é bastante interessante.

Com muita segurança e condições de estrutura excelentes das ruas, com boa sinalização e arborização. Assim, é possível caminhar de forma tranquila e com bastante rapidez, facilitando os deslocamentos.

Os preços dos transportes são bastante altos na Irlanda, mas há opções alternativas, como o aluguel ou até mesmo a compra de uma bicicleta. Uma solução para economizar nos deslocamentos e ao mesmo tempo fazer exercícios físicos.

A Irlanda oferece opções de transporte coletivos como ônibus, bonde elétrico e trens. O custo está relacionado ao trajeto realizado e tipo de transporte escolhido.

Existe uma identificação denominada student leap card, ou seja, a carteira de estudante, que lhe dá condições de acesso a ônibus pagando uma tarifa semanal mais barata que a passagem convencional, e ainda garante descontos em farmácia, em rede de fast food etc.

  • Alimentação

Sair para comer fora é muito caro, então privilegie a compra de comida em supermercados e para preparar em casa, assim você economizará bastante.

Aproveite as promoções em mercados e faça suas compras, dentro de seu orçamento, para não passar sufoco!

  • Comunicação

Este é um ponto importante, pois para usar seu WhatsApp ou Skype você terá de ter internet em sua residência. A boa notícia é que pacotes de internet podem ser contratados por preços bem baixos.

Lazer

Já que ninguém é de ferro, o lazer é importante para ser considerado em seu orçamento para o intercâmbio na Irlanda. Contudo, escolha bem os locais de lazer, pois os custos são elevados par algumas opções. Assim, deve cuidar de avaliar o quanto pode gastar.

Priorize locais públicos como parques, museus, espaços culturais, onde normalmente são gratuitos e que vão te distrair bastante.

Qual o salário ideal para viver na Irlanda

Na Irlanda, em primeiro lugar, deve-se ter em mente, que o estudante precisa ter um aporte financeiro de 3 mil euros. Resolvido isso, o salário mínimo permite viver com conforto e sem apertos… Claro, se você tiver controle sobre seu orçamento.

É possível realizar um intercâmbio na Irlanda com bastante economia e sem passar apertos, fazendo um bom planejamento e definindo um orçamento adequado e que seja cumprido.

O ideal é conciliar seus estudos com um emprego para auxiliar a bancar sua estada com mais tranquilidade.

Afinal, o que aprendemos?

Como vimos, o intercâmbio na Irlanda não deve se tornar uma dor de cabeça, envolvendo custos excessivos. Se você se organizar e for determinado a aproveitar o máximo de uma cultura diferente vai se dar muito bem e gastando um preço justo.

Está interessado no intercâmbio para a Irlanda, então fale com a gente!

Preciso de muito dinheiro para fazer intercâmbio?

By Comportamento, Custo de Vida, Estudar no Exterior, Vida de Intercambista

É preciso de muito dinheiro para fazer intercâmbio? Essa é uma das principais perguntas para se fazer antes de decidir fazer uma viagem de intercâmbio, e claro que tem muito sentido, pois afinal, a pessoa estará se deslocando de seu país e tendo diversos gastos com passagens, refeições e muitas vezes estadia, além de pagar por cursos em casos de projetos de estudos.

Pois bem, neste artigo você esclarecerá esta dúvida e verá alternativas para gastar de forma variada, tudo dependendo do seu objetivo traçado.

Estabeleça seu objetivo para saber quanto dinheiro precisa

O quanto precisará de dinheiro para fazer intercâmbio dependerá dos objetivos que você quer atingir.

Isso porque há situações de intercâmbios que envolvem trabalhos ou hospedagens em casas de família, assim como obtenção de bolsas de estudos que possuem uma redução considerável de gastos.

Assim como existem programas de estudos em que há a necessidade de se dispor de mais recursos para pagar os cursos e hospedagens.

Além disso, o tempo em que permanecerá realizando o intercâmbio afetará o cálculo das despesas. Definindo seu foco poderá calcular o quanto precisará de dinheiro para fazer intercâmbio com mais precisão.

Defina o seu destino

Para fazer intercâmbio, é preciso saber quanto dinheiro está diretamente relacionado ao destino desejado, pois existem regiões nas quais as passagens aéreas são mais caras, assim como o custo de vida também é mais elevado.

Avaliar o tempo de permanência

Saber o tempo de permanência permite avaliar quanto de dinheiro para fazer intercâmbio é necessário reservar. Esse fato está relacionado diretamente a seus gastos durante o período de sua estada e podem ser significativos dentro de seus gastos totais.

Existem várias opções de tempo de permanência durante um programa de intercâmbio e podem ser avaliados de forma a que melhor atenda a seus propósitos, assim como podem ser escolhidos intercâmbios que incluam os valores de hospedagem e refeições e que não estariam relacionados a aumento de gastos locais.

Tente avaliar o que mais lhe atende e sempre considere todos os custos variáveis envolvidos para não ter surpresas.

Escolher entre intercâmbio a trabalho ou estudo

Viajar para estudos e ainda poder ganhar dinheiro para fazer intercâmbio é um sonho de muita gente. E isso pode se tornar realidade, caso você opte por conciliar ambas as atividades em seu programa.

Há intercâmbios que conciliam esses dois objetivos. Isso traz vantagens diretas quanto a conseguir recursos extras para se manter, reduzindo assim o valor necessário a ser considerado para realizar o programa.

Conseguir bolsas de estudos

Um fator que impacta diretamente a quantidade de dinheiro para fazer intercâmbio é a possibilidade de se candidatar a uma bolsa de estudos, o que pode lhe poupar gastos bastante significativos.

Muito embora seja um processo bastante concorrido, é possível se obter a aprovação nestes programas, realizando pesquisas em instituições de ensino e se informando sobre processos seletivos. Essa é uma forma bastante interessante para que você possa concorrer e ser aprovado.

Dependendo do destino escolhido, existem mais opções de Universidades que oferecem o benefício e que podem representar chances maiores de sucesso.

Isso faz com que você consiga um tratamento bastante diferenciado por ser um aluno que se destacou num processo de seleção bem disputado e que, dessa forma, apresentou um potencial diferenciado em relação à concorrência, o que podem significar bons resultados, para você e também para a instituição.

E o principal é propiciar um intercâmbio bastante acessível em relação a custos.

Fazer cotações de preços

Efetuar pesquisas de preços e condições junto à agência de intercâmbio é importante para saber quanto de dinheiro para fazer intercâmbio será necessário para realizar este programa.

Estabeleça uma planilha com tudo aquilo que deseja saber e os custos envolvidos, para poder comparar as cotações realizadas e definir a empresa que mais lhe interessa.

Verifique tudo que oferecem para identificar eventuais custos não previstos.

Uma coisa que ajuda bastante também é sempre ter uma reserva financeira para eventuais imprevistos. E, assim, poder ter mais tranquilidade em aproveitar mais seu intercâmbio.

Considerações finais sobre dinheiro para fazer intercâmbio

Várias são as situações que interferem diretamente em quanto dinheiro para fazer intercâmbio você precisará e todas as alternativas devem ser consideradas para definir um cálculo exato.

Defina seus objetivos, destino, tempo, faça cotações, verifique a possibilidade de trabalho, pois essas considerações vão ajudar a ter dados para calcular o custo de um intercâmbio.

Deseja saber mais sobre intercâmbio? Então fale com a gente e descubra seu próximo destino!